Botafogo Reptiles vence derby contra Vasco da Gama Patriotas e embola o Grupo Leste

Maritre foi determinante para o triunfo do Botafogo Reptiles contra o Vasco da Gama Patriotas. Foto Nilton Brito/NB Photopress

O derby carioca entre Botafogo Reptiles e Vasco da Gama Patriotas, pela semana 10 do Brasil Futebol Americano (BFA), foi um daqueles jogos de deleite para os fãs. Placar apertado e com chances de vitória para cada uma das unidades. O encontro terminou melhor para os Reptiles, que venceram por 22 a 18. O jogo foi disputado no gramado do estádio Antônio Mourão Vieira Filho, na tarde deste sábado (29), no Rio de Janeiro.

Confira a classificação do BFA

Os Patriotas começaram ligados no 220v. Os visitantes chegaram a redzone logo no primeiro drive com boas descidas do halfback #40 Rômulo Ramos. A campanha seria capitalizada com uma conexão do jovem signal caller #17 Daniel Gazelle para o wideout #44 Cristian Marinho para touchdown, porém, a jogada foi invalidade por falta. A empreitada terminou sem sucesso com um arremate desperdiçado de field goal pelo placekicker #33 Yan Viana.

Se o ataque dos Patriotas não pontuou, pelo menos a defesa mostrou que estava ligada desde o começo. O primeiro hike para o experiente quarterback #4 Ramon Martire terminou interceptado pela secundária.

Mais tarde, os vascaínos tiveram nova oportunidade de inaugurar o marcador. Assim como no primeiro drive, Viana não converteu o field goal.

O que parecia um duelo de defesas foi por água a baixo no final do primeiro tempo com Martire. O quarterback executou uma big play com o seu main target #1 Loan Felisardo para touchdown. O kicker #15 Tiago Torres completou com PAT. 7-0.

Na etapa complementar, os Reptiles estavam dispostos a abrir vantagem contra o rival citadino. Martire distribuiu para o wide receiver #7 Patrick Dutton, que realizou o catch, venceu tackles e ultrapassou a goal line. Torres perdeu o chute de bonificação.

Os Patriotas responderam de forma imediata. Gazelle encontrou o receiver #10 Luiz Phillip Reis para touchdown. A vida de Viana não estava fácil. O kicker teve o extra point bloqueados pelos botafoguenses, que recuperaram a posse e retornaram para try com o strong safety #26 Pedro Eyer.

Os Reptiles não amoleceram. O time visitou a redzone adversária. No snap seguinte, Dutton deixou a goal line formation honesta com o reverse para anotar o touchdown. Torres aumentou a diferença com o acerto do extra point.

As duas posses de bola foram diminuídas para quatro pontos. Os Patriotas aproveitaram a inspiração de Ramos para marcar dois touchdowns em sequência. Viana converteu somente um dos PATs.

Com a pressão de chegar a endzone mais uma vez, Gazelle não converteu o último drive dentro do two minute warning em pontos. Felisardo como cornerback interceptou o quarterback rival para sacramentar o triunfo dos répteis. Final 22-18.

O triunfo manteve o Botafogo Reptiles na terceira colocação do Grupo Leste da Conferência Sudeste com campanha de 3-2. O último compromisso na temporada regular será no dia 20 de outubro, quando recebe o São Paulo Storm (2-3). O programa precisa vencer os paulistanos e torcer por resultados paralelos para tentar uma das vagas aos playoffs.

Já o Vasco da Gama Patriotas vê a vaga na pós-temporada ficar distante. O time segue na terceira colocação do Grupo Oeste com retrospecto de 3-2. Assim como os Reptiles, a equipe necessita vencer o derradeiro jogo na fase regular contra o invicto Galo Futebol americano (4-0), em Belo Horizonte, também no dia 20 de outubro.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment