Brasil Onças atropela Argentina Halcones no primeiro encontro das equipes

Meneses conquista uma big play que resultou em TD ao Brasil Onças. Foto Thaina Monteiro

Uma tarde chuvosa, mas épica no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O sábado (16) entrará para a história do futebol americano jogado no Brasil. O primeiro encontro de Brasil Onças e Argentina Halcones. Os fãs da bola oval na América do Sul sonhavam com este embate. E ele aconteceu. Com uma superioridade técnica muito acima dos hermanos, os brasileiros atropelaram o rival continental pelo sonoro blowout de 38 a 0.

Saiba quem foram os convocados do Brasil Onças



O arranque dos Onças partiu logo no primeiro quarto. O signal caller #9 Álvaro Fadini carregou a unidade ofensiva para a redzone. Bastou ao running back #41 Eduardo Maranhão percorrer 2yd para visitar a endzone pela primeira vez. O placekicker #5 Diego Aranha completou com o PAT.

No segundo período, com a bola escorregadia e a dificuldade de encaixar passes facilitou o ataque terrestre dos mandantes. Os bons avanços do halfback #40 Rômulo Ramos deixou a equipe na redzone pela segunda vez. Em uma quarta descida para quatro jardas, o coach Gabriel Mendes chamou uma corrida em dive de Maranhão, que terminou em touchdown por terra de 7yd aos brasileiros. Aranha acertou o extra point. Os brasileiros ainda chegaram a zona vermelha em outra oportunidade, mas um read option entre Fadini e Ramos resultou em fumble, que foi recuperado pelo safety #52 Stefano Zucchi. No drive seguinte, a linha ofensiva argentina entrou em colapso, o quarterabck #4 Francisco López saiu do pocket pelo hurry dos Onças, o defensive tackle #90 Edilson “Jow” forçou o safety. 16-0.

Na etapa complementar, Aranha executou um punt que deixou os Halcones com as costas na parede. Com um bad snap, o cenário dos argentinos ficou ainda pior a 2yd da gola line. O quarterback #9 Leonardo Degrazia realizou um scramble pela direita, mas acabou pisando na linha de fundo para novo safety dos Onças. Na campanha seguinte, Maranhão executou uma big play de 42yd para touchdown e anotou o seu hat-trick. Aranha acertou o chute de bonificação. O pesadelo dos fumbles assombrou a seleção argentina, que na linha 12yd do seu campo de defesa viu o linebacker #59 Luis Polastri recuperar a posse ao elenco do Brasil. Na sequência, o backup quarterabck #4 Rodrigo Dantas conectou o fullback e H-back #43 Everton “Pingo” Antero para TD em rota seam de 17yd. Aranha manteve o ótimo aproveitamento no extra point.

No decorrer do último período, o halfback #6 Branco Meneses atacou o B gap, encontrou lead blockers e percorreu 89yd até cruzar a goal line e anotar o último touchdown do Brasil Onças na partida. Um bad snap atrapalhou Dantas, na posição de holder, para posicionar a pelota a Aranha. A defesa dos Halcones aproveitou o erro para não tomar o try. Final 38-0.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.