Cariocas atropelam Aracaju Alfa e ficam a um passo de mais uma final no Torneio End Zone

#24 Mariana “Man” Teixeira foi uma das destaques da partida. Foto Lucas Porto

Em um jogo tranquilo e sem muitas surpresas, as gurias das Cariocas confirmaram o seu favoritismo e venceram as meninas do Confiança Alfa por 60 a 0. O jogo ocorreu nesse sábado (29), no Estádio da Portuguesa da Ilha, no Rio de Janeiro. Com este resultado as mulheres de azul, invictas no campeonato, mantêm a liderança no ranking da competição e ficam a apenas um passo da final.

A equipe do Rio de Janeiro vinha de duas vitórias no campeonato para a sua terceira partida, enquanto o Confiança Alfa entrava em campo pela primeira vez, já que seu primeiro jogo seria contra as Atenas – que abandonaram o torneio, dando a primeira vitória ao time sergipano por W.O.

— Nós tínhamos como base o nosso jogo contra o Alfa do ano passado, quando vencemos por 54 a 12, mas não víamos elas jogarem desde então. Por isso, estávamos confiantes para essa partida, mas com cautela, pois, nesse período, muita coisa poderia ter mudado. Felizmente, conseguimos fazer o nosso jogo e sair mais uma vez com vitória. Agora estamos apenas a um passo da final — contou Vanessa “TchuTchu” Yorio, presidente das Cariocas.

O confronto

O jogo começou com a Alfa atacando, mas logo no primeiro lance da partida, após um snap ruim, a defesa das Cariocas recuperou a bola e deixou seu ataque na linha de 10 jardas para a endzone. Assim, com menos de um minuto de partida a equipe do Rio de Janeiro marcou seu primeiro touchdown, numa corrida aberta com a running back artilheira #10 Mariana Maduro e conversão de 2 pontos com a full back #22 Vanessa “TchuTchu” Yorio. Maduro anotou também o TD na campanha seguinte, com conversão de 2 marcada em jogada de passe com a tight end #44 Juliana Viana, para deixar o placar em 16 a zero.

A defesa segurava bem o ataque das Alfas, obrigando-as a executar o punt em quase todas as campanhas e foi assim, num retorno de punt, que a defesa carioca marcou o seu primeiro touchdown, com retornadora artilheira #24 Mariana “Man” Teixeira. Maduro colocou mais dois pontos na conta com o 2pts conversion. Na sequencia, a defesa marcou outro TD com a linebacker #43 Flávia Gonçalves, que teve 2 points convertido com um passe da quarterback #17 Rachel Jacob para Juliana Viana. Com um ataque avassalador e uma defesa impenetrável, o primeiro quarto terminou em 32 a zero para as Cariocas. Já o segundo quarto foi mais morno e o score não foi alterado.

Após o intervalo, Teixeira conferiu mais uma entrada na endzone adversária ao retonar um kickoff. O extra-point não foi convertido. O Alfa, neste momento, jogava melhor, mas não conseguia superar a defesa do Rio. Com o placar de 38 a zero, as cariocas continuaram a testar jogadas de passe e a mercy rule foi aplicada.

No último quarto o jogo voltou a esquentar. Jacob conquistou o seu TD. A tentativa de chute de extra point não foi convertida. Na campanha seguinte, Maduro marcou mais um TD de corrida, sem conversão. E então, a defesa que voltou a marcar. Primeiramente, um safety forçado por Teixeira, após um snap ruim do ataque da Alfa. E minutos depois, mais um TD de Teixeira, em retorno de punt, com conversão de 2 pontos marcada pela Jacob, para fechar o placar da partida em 60 a zero para as Cariocas.

O próximo jogo das Cariocas (3-0) será contra o Corinthians Steamrollers (1-1), no dia 20 de setembro, em São Paulo. Caso vença a partida, a representante do Rio de Janeiro estará automaticamente classificada para a final, com direito a mando de campo. Já a Alfa (1-1) recebe as gurias do Vasco da Gama Patriotas (2-1) no dia 26 de setembro, em Aracaju.