Cascais Crusaders atropela Braga Warriors e volta a uma decisão em Portugal

Cascais Crusaders volta a disputar um título, algo que não ocorria desde 2015 pela LPFA. Imagem CrusadersTV/Reprodução

No anoitecer deste sábado (8), o Cascais Crusaders derrotou com certa facilidade o Braga Warriors pela semifinal do Torneio Fundadores. Os mandantes venceram pelo placar de 55 a 17, no Campo das Fontaínhas, em Cascais, num jogo marcado por big plays para touchdowns por ambos os lados.

Saiba como estão os playoffs do Torneio Fundadores

Os Crusaders abriram a contagem logo no primeiro drive, com uma big play de 30yd executada pelo halfback #24 Wilson Rocha para touchdown. O placekicker #21 Rodolfo Cruz conferiu o PAT. A resposta dos Warriors foi imediata. Após o curto retorno no kickoff, no primeiro hike, o running back #7 Miguel Oliveira aproveitou uma corrida offtackle para percorrer aproximadamente 50yd para touchdown. O kicker #13 Manoel da Silva teve o arremate de extra point bloqueado pelo special team de Cascais.

Os Crusaders trataram de ampliar o marcador em nova big play. O signal caller #18 Matias Manuel encontrou o wideout Frederico Lousada, em uma jogada para mais de 60yd e novo touchdown. Cruz novamente acertou o arremate de bonificação.

Com ataques produtivos, os Warriors visitaram a redzone pela primeira vez na partida. Entretanto, o safety #14 Zé Sarsfield conseguiu a placagem sobre Oliveira na terceira descida para forçar os visitantes a chutarem o field goal. O special team de Braga mandou a pelota no meio do “Y” para descontar no placar.

Os mandantes aproveitaram o turnover para capitalizar no marcador com Manuel. O quarterback deixou a defesa bracarense honesta em read option, avançou pelo weak side e percorreu mais de 50yd para touchdown. O backup kicker #37 Oscar Oliveira acertou o extra point.

No começo do segundo quarto, Manuel liderou o ataque de Cascais até a redzone. Rocha voltou a vencer o front seven dos Warriors em uma corrida por fora da linha de 18yd para touchdown. Oliveira conferiu o quarto PAT no jogo.

No kickoff, o kick returner dos Warriors deu um muff, a bola pererecou em direção a meta de Braga, quando a oval saiu pela linha de 1yd, praticamente minando o drive visitante. A defesa dos Crusaders rapidamente produziu o three and out. O punt de Braga foi curto, o que deixou a unidade ofensiva já no território de ataque. O tailback #1 João Marques aproveitou o C gap para chegar a endzone. Cruz seguiu com o ótimo aproveitamento nos chutes extras.

Antes do término do primeiro tempo, o slot receiver #11 Duarte Cruz aplicou a jet sweep para mais uma big play dos Crusaders e novo touchdown de mais de 60yd. Desta vez, Cruz desperdiçou o try. 41-9.

Na etapa complementar, o running back #28 Rafael Tinoca encontrou espaço na defesa do Minho para alcançar a lateral, percorrer 43yd até cruzar o plano de gol. Oliveira acertou o arremate de bonificação.

O roster de Braga respondeu na mesma moeda com uma corrida de 18yd de Oliveira para touchdown. A conversão de dois pontos foi conquistada após um bad snap, recuperado pelo signal caller #89 Tiago Ranhada, que quebrou um tackle antes de ultrapassar a goal line.

A reação dos Warriors encerrou no drive subsequente, quando o quarterabck #4 Salvador Bolzoni conectou o slot receiver #45 João António em uma big play de 49yd para touchdown. Cruz sacramentou o triunfo com o acerto do extra point. Final 55-17.

O resultado coloca o Cascais Crusaders na final do Torneio Fundadores. O derradeiro compromisso em 2018 será contra o rival metropolitano Lisboa Devils. A decisão está agendada para o dia 23 de dezembro, no Campo da Caseta, em Braga. O roster de Cascais volta a uma final desde a temporada 2014/2015 da Liga Portuguesa de Futebol Americano (LPFA), quando perdeu para o Lisboa Navigators.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment