Com defesa do try no último minuto, o Lisboa Devils conquista o primeiro título da LPFA

O lado rubro-negro de Lisboa celebra o primeiro título nacional. Review Sports/Reprodução

Em uma tarde agradável deste sábado (30), na final inédita – sem a presença do hexacampeão Lisboa Navigators – da sétima edição da Liga Portuguesa de Futebol Americano (LPFA), Lisboa Devils e Algarve Sharks duelaram no Estádio Prof. Dr. José Vieira de Carvalho, em Maia, casa do Maia Mustangs. Numa partida eletrizante e disputada até o último minuto, o elenco rubro-negro conquistou o seu primeiro título nacional e manteve a supremacia de Lisboa no campeonato português ao bater o rival do sul por 28 a 26. Os demônios encerram a temporada 2015/2016 de forma invicta: dez jogos, dez vitórias.

Veja como terminou os playoffs da Liga Portuguesa

Com entrosamento do sistema aéreo, os Devils abriram o score com o quarterback americano #2 Joey Bradley ao conectar um passe de 20yd para o wide receiver #7 Pedro Almeida e assim anotar o primeiro touchdown da partida. O 2pts conversion terminou sem sucesso. A resposta veio na sequência, com um TD corrido marcado pelo quarterback americano #1 Ryan deLoureiro. Outra vez o special team falhou na conversão de dois pontos.

No segundo quarto, deLoureiro encontrou o seu receiver livre de marcação e lançou 4yd para touchdown. Novamente o try foi falhado. No drive seguinte, os Devils ficaram a inches da goal line, porém a defesa dos Sharks conseguiu impedir o avanço e forçar o turnover on downs. Só que com a posse e mãos, o center do Faro pecou no hike e deixou deLoureiro numa situação reversa, o QB sofreu a placagem na endzone e tomou o safety. Na campanha subsequente, Bradley levou os Devils novamente a inches da endzone, desta vez o americano tratou de ultrapassar a meta para marcar o touchdown da virada. O ST não conseguiu converter o PAT. 14-12.

cheerleaders
O show do intervalo contou com a participação das cheerleaders para animar a torcida. Review Sports/Reprodução

Na etapa complementar, Bradley passou para o seu principal target na temporada, o compatriota wide receiver/tight end #11 Collin Franklin, em uma conexão de 10yd. Desta vez, o outro compatrício, o running back #4 Malcolm Gasque, entrou na endzone para colocar mais dois pontos na conta dos lisboetas. 22-12.

Em um momento de soccer, Bradley executou um punt para devolver a posse da pelota ao elenco do Faro, o chute terminou dentro do gol e a torcida dos demônios celebrou o tento do americano.

No último período, o head coach de Algarve, Pedro Viana, tratou de mudar um pouco o sistema terrestre dos Sharks, ao decidir por mais ações de deLoureiro avançar por conta própria as jardas. A tática deu certo, Ryan carregou o time até a linha de 9yd, quando acertou um passe para o patrício #3 Brandon SooHoo dentro da meta. O ST de Algarve perdeu a chance de diminiur. Na campanha seguinte, as esperanças pareciam ir por terra quando Almeida em uma big play correu 46yd para touchdown. SooHoo deu uma sobrevida quando interceptou Bradley e retornou para try. Com uma posse de vantagem, deLoureiro foi para o all in e saiu vitorioso na tentativa. O QB levou os Sharks a redzone, e em uma corrida de 4yd descontou com o touchdown. A chance de empatar ficou a cargo do special team, mas numa falha na comunicação com o center, a bola foi posta em jogo e a defesa dos Devils aproveitou o vacilo para impedir a conversão de dois pontos.

O time do Faro ainda perdeu a oportunidade de reaver a bola no onside kick. Bastou a Bradley ajoelhar-se duas vezes para decretar a primeira conquista nacional do Lisboa Devils. Final 28-26.

Assista a partida entre Devils vs. Sharks na íntegra