Coritiba Crocodiles espera por payback contra o Curitiba Brown Spiders pelo BFA

Coritiba Crocodiles quer devolver a derrota sofrida na semifinal do Estadual de 2017. Foto Julia Abdul-Hak/Crocodiles

Neste sábado (2), acontece em Curitiba, o mais tradicional clássico do futebol americano estadual. Coritiba Crocodiles e Curitiba Brown Spiders se enfrentam no Complexo Brown Spiders, anexo ao estádio Pinheirão, pela Conferência Sul do Brasil Futebol Americano (BFA).

Confira a classificação do BFA



Para o Coritiba Crocodiles, esta será a quarta partida na competição. Até o momento, a equipe acumulou duas vitórias: contra o São José Istepôs e o Juventude; e sofreu uma derrota: Santa Maria Soldiers. Já os Brown Spiders disputaram quatro partidas e ainda não venceram: diante do Paraná HP, Santa Maria Soldiers, São José Istepôs e Timbó Rex.

Para o croco, a vitória neste sábado mantém a equipe entre as primeiras colocadas na classificação, atrás apenas de Santa Maria Soldiers e Timbó Rex, que venceram todos os seus jogos. Já o adversário precisa vencer para continuar pensando na classificação.

Comissão técnica e atletas do Coritiba Crocodiles veem a equipe evoluindo neste campeonato nacional. Para o running back Lucas “Mullet” Nascimento, o time vai continuar assim nos próximos confrontos.

— Nossa evolução é dentro e fora de campo, e o time se mostrou eficiente no jogo passado. Temos tudo para manter este trabalho — comentou.

A vitória contra o Juventude na última rodada, marcou a volta de Mullet ao time, que foi coroada com a marcação de dois touchdowns. Porém, o atleta não acredita que seu retorno tenha sido decisivo para a conquista da vitória, que teve mérito de todo o elenco.

— Não acredito que tenha sido por minha causa. A mentalidade do time mudou, palavras viraram ações. Temos coisas a provar para nós mesmos e isso está refletindo dentro de campo — disse.

Sobre o adversário deste sábado, fica difícil não recordar o último confronto. Na semifinal do campeonato paranaense, os Crocodiles foram eliminados pelos Spiders.

— A mentalidade dos atletas está totalmente diferente. Essa talvez seja nossa maior evolução. Nosso foco é estar pronto para jogar contra quem quer que seja avaliou Mullet.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.