Coritiba Crocodiles mantém hegemonia no Estado após novo triunfo sobre o Paraná HP pelo BFA

Santucci anotou o primeiro touchdown do Coritiba Crocodiles na partida. Foto Vinícius Basso/FA Paranaense

O Coritiba Crocodiles manteve a hegemonia no Paraná. Pelos playoffs do Brasil Futebol Americano (BFA), em um thriller eletrizante, os répteis bateram o Paraná HP por 28 a 24, nos últimos segundos do confronto. O duelo foi disputado no último domingo (4), no relvado do Complexo Brown Spiders, em Curitiba.

Saiba como estão os playoffs do BFA

Logo em seu segundo drive no jogo, o signal caller #6 Matheus Rosa foi interceptado pelo linebacker #4 Guilherme Bida, que retornou até a linha de 26yd do campo de ataque dos Crocodiles. Os mandantes exploraram o jogo com o halfback #23 Bruno Santucci, que em uma corrida de 13yd anotou o primeiro touchdown do duelo. O placekicker #89 Adan Rodriguez completou com o PAT.

Na sequência, os Crocodiles voltaram a ameaçar a meta do HP. Em uma screen pass próxima da redzone, o quarterback americano #2 Drew Banks conectou o wideout #13 Athos Daniel Jr., que percorreu até a linha de 3yd, quando sofreu o tackle do safety #23 Anderson Kvas. No lance, o ball carrier sofreu o fumble e a bola saiu pela endzone, o que configurou touchback.

Mesmo com o lampejo da defesa visitante, os Crocodiles ampliaram o marcador com um passe de Banks para o tight end #87 Lucas Viezzer para touchdown, no começo do segundo período, mas pouco antes, a dupla Banks-Jr. tratou de colocar a unidade próxima do gol em uma big play de 67yd. Rodriguez acertou o extra point.

A resposta do HP imediata. O time chegou rapidamente a redzone adversária. A campanha foi capitalizada em um lançamento de Rosa para o wide receiver #16 Marcelo Guedes para touchdown. O kicker #9 Lucas Copi converteu o try. 14-7.

Na etapa complementar, o special team do HP colocou Banks em um cenário desconfortável após um punt. No drive, o americano foi encurralado dentro se sua própria endzone. O quarterback sofreu o contato e soltou a pelota, que foi prontamente recuperada pelo linebacker #56 Cristian Cieslak para anotar o touchdown. Copi empatou o marcador com o acerto do arremate de bonificação.

Com a virada de mesa, o HP aproveitou-se da nova situação para tomar o controle das ações. O time aproveitou boas descidas por terra com o running back #19 Frederick Velloso para se aproximar da meta adversária. Ao deixar a defesa adversária em formação horizontal, Rosa lançou o wide receiver #17 Duilham dos Santos dentro da endzone. Copi manteve o bom aproveitamento no PAT.

O contragolpe foi iminente. Banks liderou o ataque até a redzone do HP no último quarto do jogo. O americano deixou a defesa honesta em um read option e percorreu cerca de 20yd para ultrapassar a gola line. Rodriguez igualou o marcador com o extra point.

Com pouco mais de dois minutos a serem jogados, o HP entrou em field goal range. Copi mandou a pelota no meio do “Y” com um arremate de 33yd.

Sob pressão, Banks voltou a brilhar na partida. Em cinco hikes, a campanha foi capitalizada em um percurso de 64yd até a endzone rival. O último lance contou com novamente a dupla Banks-Jr. O receiver sacramentou o triunfo com uma big play de 35yd e com direito a quebra de dois tackles pelo caminho, a 50 segundos do encerramento do jogo. Rodriguez finalizou com 100% de aproveitamento no PAT. Final 28-24.

Com o resultado, o Coritiba Crocodiles avança a final da Conferência Sul. O próximo compromisso será contra o arquirrival de Santa Catarina: o Timbó Rex. O duelo está pré-agendado para o dia 17 de novembro, no Complexo Esportivo de Timbó, em Timbó.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment