Coritiba Crocodiles vira contra Corinthians Steamrollers no duelo U19 pelo amigável BR-116 Bowl

Defesa do Coritiba Crocodiles foi fundamental para sair sem levar pontos na redzone. Imagem Steamrollers/Reprodução

Os programas de futebol no Brasil começam a olhar com bons olhos o desenvolvimento do varsity. Na noite deste sábado (26), dois destes times de U19 ficaram frente-a-frente. No relvado sintético do Parque São Jorge, em São Paulo, Corinthians Steamrollers e Coritiba Crocodiles mediram forças no BR-116 Bowl. O amigável foi vencido pelos Crocodiles por 17 a 6.

Saiba como estão a SPFL e campeonato paranaense

Os Steamrollers trataram de apresentar armas logo no primeiro drive. O signal caller #4 Matheus Montesi carregou a unidade de ataque na redzone rival. Porém, a defesa de Curitiba tratou de forçar um turnover on downs.

A tentativa de resposta foi imediata. O quarterback #12 Matheus Sato liderou o time em field goal range. Contudo uma execução mal feita de fake field goal minou a campanha dos paranaenses perto da linha do meio campo.

Os paulistanos aproveitaram o retorno da posse e capitalizaram em uma conexão de 19yd de Montesi para o wide receiver #85 Fonseca. O special team dos Crocodiles bloqueou o chute do placekicker #31.

O croco ainda tentou pontuar no primeiro quarto. O time visitou a redzone pela primeira vez. A campanha foi encerrada em um arremate bem-sucedido de field goal de 26yd pelo kicker #13 Leonardo Rebello. 6-3.

No segundo período, a sorte sorriu para os curitibanos. Durante o kickoff, a bola quicou na linha de 20yd e seguiu em direção ao time de chute. Os especialistas dos Crocodiles recuperaram o chute na linha de 27yd. O drive não foi capitalizado. Um chute de 42yd de Rebello foi para fora.

Na sequência, os Steamrollers voltaram a visitar a redzone adversária e novamente finalizada em um turnover on downs. 6-3.

Na etapa complementar, os Crocodiles viraram o placar logo no primeiro hike. O half-back #29 Eduardo Lopes encontrou espaço em uma corrida offtackle pela esquerda. O jogador percorreu 44yd até ultrapassar a goal line e anotar o touchdown. Rebello completou com o PAT. Mais tarde, o time teve a oportunidade de ampliar em um longo field goal de 44yd, mas sem sucesso.

Com o andamento do último quarto, os paranaenses finalizaram a conta com o segundo touchdown de Lopes mais a conversão do extra point por Rebello. Final 6-17.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment