Cuiabá Arsenal prega confronto equilibrado contra os Tubarões do Cerrado

Kudiba liderou o ataque do Cuiabá Arsenal em virada épica no último quarto contra o TdC. Foto Rafaella Mendonça/Arsenal

O Cuiabá Arsenal enfrentará os Tubarões do Cerrado neste fim de semana, no sábado (21), a partir das 15h, na Arena Pantanal, pela final da Conferência Centro-Oeste do Brasil Futebol Americano (BFA), com entrada gratuita para crianças até 12 anos, em Cuiabá. Essa será a sexta partida do time na competição, que está invicto com quatro vitórias na fase classificatória e uma vitória nos playoffs. Os ingressos custam R$ 20 (meia ou antecipado) e R$ 40 (inteira).

Saiba como estão os playoffs do BFA



Na fase classificatória, o Cuiabá Arsenal venceu o Sinop Coyotes, no dia 16 de julho, no Estádio Gigante do Norte, em Sinop, por placar de 34 a 13, depois ganhou do Tubarões do Cerrado, em 29 de julho, no Estádio Monteirão, em Acorizal, por 29 a 22, em seguida atropelou o Campo Grande Predadores, em 12 de agosto, no Monteirão, por 38 a zero e fechou a temporada regular da competição com vitória sobre o Goiânia Rednecks, em 16 de setembro, em Goiânia, por 44 a 14.

Nos playoffs, o Arsenal reencontrou o Sinop Coyotes, em 7 de outubro, no Estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra, em Cuiabá, e obteve vitória por placar de 40 a 12. Agora, nas quartas-de-final, reencontrará os Tubarões do Cerrado. Em caso de vitória, avançará para as semifinais do certame nacional, que ocorrerá na região Nordeste.

Para o presidente do Arsenal, Paulo Cesar Machado, não é possível prever o resultado da partida contra os Tubarões do Cerrado, pois não há favoritos neste confronto. Segundo o dirigente, o time de Brasília é o rival mais antigo do Arsenal, uma rivalidade já com mais de 11 anos, que começou em 16 de junho de 2006, no miniestádio do CPA, em Cuiabá, quando se encararam pela primeira vez, nesse que foi o primeiro amistoso da história de ambos.

— Encaramos os Tubarões do Cerrado na primeira fase do brasileiro deste ano e conseguimos vencer de virada. Na ocasião, eles abriram o placar e avançaram sobre nós até o placar de 22 a zero. Nós só fomos encaixar nossa estratégia e virar o resultado no último tempo. Daí marcamos 29 pontos e fechamos o marcador em 29 a 22. Foi um confronto muito difícil e emocionante. E com toda a certeza eles se prepararam e nos estudaram mais ainda para este jogo — comentou Machado.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment