Cuiabá Arsenal terá reforço na linha ofensiva para o BFA

Carvalho reingressa ao roster do Cuiabá Arsenal em 2017. Foto Arsenal/Arquivo

O Cuiabá Arsenal convocou um antigo atleta Kassio Cesar Carvalho para atuar na linha ofensiva do time na disputa do Brasil Futebol Americano (BFA) deste ano, que começa no dia 1º de julho e segue até 9 de dezembro, com participação geral de 30 equipes, 22 cidades, 16 estados, 2.264 atletas e realização de 95 jogos. O Cuiabá Arsenal estreará contra o Sinop Coyotes no fim de semana de 15 e 16 de julho, em Sinop.

Saiba como foi a temporada 2016 da Superliga Nacional



De acordo com o presidente do Arsenal, Paulo Cesar Machado o retorno do jogador será fundamental para dar experiência para a linha ofensiva. Segundo ele, Kassio Carvalho entrou para o Cuiabá Arsenal em 2009 e participou da conquista dos dois títulos: Brasil Bowl I e Brasil Bowl III. Carvalho jogou durante mais alguns anos até parar por conta de responsabilidades e prioridades pessoais e profissionais.

— O Kassio tem o que chamamos de bagagem no futebol americano. Ele nos ajudará dentro de campo e também fora dele. Com a missão de transmitir esse capital humano para os novatos. Ter jogadores experientes junto aos novatos faz com que se desenvolvam de forma mais coesa e célere. E precisamos disso para ter uma boa trajetória no campeonato brasileiro. E, se tudo correr como planejado, posteriormente anunciaremos mais reforços — avalio o presidente.

Kassio Cesar Carvalho, um servidor público graduado em Educação Física e pós-graduado em Educação e Sociedade, de 27 anos, um cuiabano com 1.88m de altura e 156kg, tem dez irmãos e é filho de um motorista e de uma merendeira.

— Acredito que tenho uma certa maturidade que ajuda na hora do jogo. Depois de participar de tantas partidas e apanhar bastante, acredito ter aprendido a bloquear bem. Então vou auxiliar os novos atletas com um pouco de experiência. Ainda lembro da emoção das partidas e da final de 2012. Nós estávamos perdendo e invertemos o placar nos últimos segundos. Isso foi uma adrenalina inesquecível — comentou o lineman.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.