Cuiabá Arsenal vence com facilidade Rondonópolis Hawks e segue invicto no MT

Watkins anotou três TDs contra a defesa dos Hawks. Foto Junior Martins/Arsenal

O Cuiabá Arsenal superou o Rondonópolis Hawks com placar de 60 a 13, no último sábado (7), no mini estádio do Prosol, em Cuiabá, válido pela semana z do campeonato mato-grossense. Oportunidade que testou todo o elenco principal de 53 jogadores, inclusive, o norte-americano Brandon “The Rocket” Watkins nas posições de wide receiver e running back. The Rocket fez três touchdowns.

Confira a classificação do campeonato mato-grossense

De acordo com o técnico chefe do Cuiabá Arsenal, Kenneth Joshen, o time tem uma campanha de dois jogos e duas vitórias, primeiro venceu o Tangará Taurus por 76 a zero e, em segundo, derrotou o Hawks por 60 a 13. Segundo ele, apesar dos resultados positivos, ainda disputarão duas partidas classificatórias, uma em casa e outra fora, contra os principais adversários. Vão enfrentar o Sinop Coyotes, o vice-campeão do ano passado, e o Sorriso Hornets, o 3º lugar.

— Não estamos no nível que o Cuiabá Arsenal costuma jogar. Faltou intensidade nas jogadas dos três grupos, defesa, ataque e times especiais. E para solucionar isso nós vamos voltar aos treinos nesta terça-feira. Temos que colocar os jogadores para correr, pois precisam melhorar o condicionamento físico. Mas também tivemos pontos positivos, as corridas deram certo. E ainda testamos o novo atleta, o Brandon teve um bom desempenho — avaliou o técnico.

Para o foguete americano, Brandon Watkins a boa performance dele decorreu da velocidade, força e conhecimento da modalidade esportiva. Segundo ele, por praticar futebol americano desde criança, adquiriu ciência das regras, técnicas e táticas. Com isso sabe onde os defensores vão estar, como funcionam as coberturas e onde achar buracos para serem explorados. Mas destaca que o clima quente da capital mato-grossense foi um verdadeiro obstáculo.

— Senti meu corpo cansar antes do usual. Acredito que isso possa ter sido reflexo de um clima muito quente. O confronto foi no horário mais forte do sol, das 14h às 17h30. Mas consegui me ajustar e concluir a partida em alto nível. E para tentar impedir que isso aconteça de novo, do meu corpo ficar tão afetado negativamente, vou correr mais e nos horários dos jogos. Desta forma logo estarei completamente adaptado — comenta o desportista, Brandon The Rocket.

Como foi o jogo

No 1º quarter, o placar abriu com touchdown de passe do quarterback Vinícius Alexandre “Bozo” para o wide receiver Brandon “The Rocket” Watkins, que voou de fora da end zone para pegar a bola no ar e cair dentro da zona final. Seguido por um extra point do kicker Raulin Leal. Na sequência, o linebacker Higino Gomes recuperou um fumble e correu para ampliar o marcador. Com outra XP de Raulin Leal.

Ainda no 1º quarter, quando Rondonópolis Hawks estava no ataque, o linebacker Vitalir Junior, camiseta número #58, interceptou um passe curto no meio e correu para o terceiro touchdown dos cuiabanos. E, num pontapé preciso, as chuteiras mágicas do kicker Raulin Leal converteram o terceiro ponto extra do Arsenal. Até aqui o ataque dos donos da casa avançava com passos largos e a defesa dominava os visitantes.

No 2º quarter, o placar girou com field goal de Raulin Leal. No entanto, não era mais o mesmo jogo. Os jogadores do Hawks começavam a se sentir confortáveis e a apresentar habilidades. Foi que Webber marcou numa corrida o primeiro touchdown dos Hawks, mas anulado por holding. Depois Thiago Lúcio recuperou fumble, originado por uma bola baixa do center cuiabano, e só foi parar na end zone. E a XP convertida por Otávio Amorim.

Ainda no 2º quarter, com “dedão de ouro” e chuteira nº 43, Thiago Dias acerta um field goal de 47 jardas. Depois o QB Rodrigo Ferreira solta corrida do foguete Brandon para touchdown, mas com ponto extra perdido por bola baixa do center. O Hawks reage com passe do QB Matheus Barozzi para o wide receiver Walyson Santos, sem XP. E o QB Vinícius Bozo passa para Bruno Loeschke marcar e Gustavo Mogiano encestar. 40-13.

No 3º quarter, foi a vez do quarterback Marcelo Roversi passar para touchdown, lançou direto nas mãos do wide receiver Michael Douglas registrar o nome na história dos TDs do jogo. E na sequência Gustavo Mogiano converteu o ponto extra. Esses foram os únicos pontos desse quarto da partida, mas que teve uma bela interceptação de Josemar “Jota” Teotônio em favor do Cuiabá Arsenal. A fatiga já atingia ambos os times, mandantes e visitantes.

No 4º quarter, o quarterback Vinícius Bozo coloca o full back Donaldo “Tukura” Junior para atropelar a linha defensiva adversária e numa corrida pelo meio invadir a end zone com 125 quilos de pura vontade de causar dor. O ponto extra foi colocado dentro das traves pelos pés de Thiago Dias. O QB Marcelo Roversi retorna e marca com corrida do running back Brandon The Rocket para concluir o confronto. Com XP pra fora de Gustavo Mogiano. Final 60-13

Texto Junior Martins/Arsenal