Eduardo L’orican retorna ao Brasília V8 para a disputa da Liga Nacional

L’orican reforça o elenco do V8 em busca do primeiro título brasileiro de um time candango. Foto Perfil Facebook

Depois de encerrar uma temporada de experiência nos Tubarões do Cerrado, o fullback Eduardo “Bonder” L’orican retorna ao Brasília V8 para a disputa da Liga Nacional. Depois de sair do TdC e uma pausa na carreira para se dedicar aos estudos, o atleta decidiu voltar ao ao clube de origem.

— A experiência dele tem ajudado bastante no aprimoramento da linha ofensiva — declarou o assessor de marketing e jogador Dionísio Rodrigues ao Clube do Esporte DF.

A volta ao elenco tricolor levou seis meses para se concretizar. O novo velho conhecido da equipe promete buscar qualquer posição no campo.

— Eu amo o fato de jogar futebol americano e sou muito grato por tudo que o V8 fez por mim. Quando eu achei que o sedentarismo começaria a fazer parte da minha vida, a minha paixão pelo futebol americano e pelo V8 falou mais forte. Vou brigar por qualquer posição que o time esteja precisando. Sei que tem muita gente se empenhando e por isso quero merecer meu lugar no time onde o time precisar, seja de FB, OL ou DL — comentou L’orican ao Clube do Esporte DF.

Além da volta de Bonder, o V8 prepara um treinamento específico para a offensive e defensive lines com o head coach do Minas Locomotiva, Ítalo Mingoni, para preparar a equipe tecnicamente para a disputa do certame nacional.

A diretoria ainda organiza um tryout em busca de novos adeptos. A data da seletiva ainda não foi informada pela diretoria candanga. O primeiro compromisso do V8 na Liga Nacional será no dia 22 de agosto, quando o time recebe o Goiânia Tigres, em Brasília, pela Semana 1 da competição.

  • Opa! Olá Henrique Riffel! Agradecemos pela visita ao nosso site, o Clube do Esporte DF, e por ter reproduzido nossa matéria. Nosso site tem Licenças Creative Commons 3.0, o que permite a reprodução do texto, desde que citada a fonte. Então, se não for muito pedir, e puder colocar a fonte das aspas, ficaremos agradecidos. Um abraço e sucesso.

    • Henrique Riffel

      Claro, coloco sim.