Equipes do Centro-Oeste contarão com o apoio de seis estrangeiros no BFA

Kudyba é um dos imports do Arsenal na temporada 2017 do BFA. Foto Junior Martins/Arsenal

A temporada 2017 do Brasil Futebol Americano (BFA) movimentará 2.264 jogadores de 30 equipes. Com o Centro-Oeste representado por 363 atletas (16% do total) e cinco times, Cuiabá Arsenal, Sinop Coyotes, Campo Grande Predadores, Tubarões do Cerrado e Goiânia Rednecks. Além disso, do total de 34 estrangeiros inscritos no brasileiro, seis vestirão cores de clubes do da região: três no Arsenal, dois nos Coyotes e um dos Rednecks.

Confira a classificação do BFA



O Cuiabá Arsenal entrará na competição com 115 atletas, do quais três deles americanos. Contará com o head coach e jogador, Kenneth Joshen, nas posições principais de wide receiver e strong safety, com o coordenador ofensivo e atleta, Tom Kudyba na posição de quarterback e contará com o coordenador de defesa e atleta, Jeron Alexander Jones nas posições de linebacker e running back.

O Sinop Coyotes começará o certame com 45 jogadores, onde terão dois estrangeiros. Terá o americano Orrin Darroll Peterman para jogar, exclusivamente, na posição de running back e o peruano Santiago Jorge Carty Rodriguez para as posições de defensive end e defensive tackle.

O Goiânia Rednecks competirá com 76 atletas, um deles gringo. Terá o americano Danny Rory Farley para comandar o ataque como quarterback, mas já circula a informação de que anunciarão em breve mais um import.

Para o presidente do Cuiabá Arsenal, Paulo Cesar Machado, a contratação de estrangeiros é um comportamento normal de todas as equipes brasileiras. Segundo ele, por conta desses jogadores virem de países com maior tradição na modalidade, como Estados Unidos, possuem ampla bagagem cultural dessa modalidade para transmitir aos brasileiros. Eles são os responsáveis por contribuir com a evolução do Arsenal desde 2010 com Travis Stoetzel.

— Todos os anos os times se organizam financeiramente para contratá-los. No nosso caso, Tom e Jeron foram contratados para este nacional. No ano passado, por exemplo, contratamos o running back Brandon Watkins. Eles chegam para ensinar os novatos, desenvolver os veteranos, jogar e, ao término da campanha nacional, cumprido o contrato, vão embora — disse Machado.

O Campo Grande Predadores entrará no campeonato nacional com 66 jogadores e o Tubarões do Cerrado com 61 atletas. Nenhuma das duas inscreveu gringos na competição, que começou dia 1º de julho e tem previsão de término para 9 de dezembro.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment