Flamengo surpreende e vence o Vila Velha Tritões pela Superliga

#6 Frost conectou dois passes para TDs do Flamengo contra os Tritões. Foto Jana Aguiar

Pela semana 1 da Superliga Nacional, o Flamengo ousou e venceu com propriedade um dos contenders do campeonato brasileiro. Fora de casa, o rubro-negro carioca derrotou o Vila Velha Tritões por 49 a 28. O duelo ocorreu neste último domingo (10), no estádio Salvador Costa, em Vitória. O time do Rio de Janeiro aproveitou para devolver a derrota sofrida na temporada passada, pelo extinto Torneio Touchdown.

Confira a classificação da Superliga Nacional

Os visitantes mostraram o seu poderio logo no primeiro quarto, quando o running back #39 Raffael “Double F” Silva anotou o primeiro touchdown em uma corrida. Na sequência, o tight end #88 Felipe Cebola ampliou a vantagem com o segundo TD, após passe do quarterback americano #6 KC Frost. Ambos os PATs foram convertidos.

No segundo quarto, o RB americano #2 Yolandus Pratt ultrapassou a goal line para marcar mais seis pontos. No drive seguinte, o #48 Felipe Florêncio conquistou o quarto touchdown do Flamengo na partida. Novamente o special team carioca obteve sucesso nas pontuações extras. 0-28.

Na volta do intervalo, o lado laranja do Espírito Santo ameaçou a liderança dos visitantes. Em três touchdowns seguidos, os Tritões diminuíram a diferença para somente uma posse. #17 Danilo Sá, o americano #21 Alex Allen e #1 João Vitor marcaram os pontos.

Na entrada do derradeiro período, Frost conectou o receiver #7 Patrick para touchdown. Os Tritões descontaram em novo TD. Entretanto, o banho de água fria veio em uma interceptação retornada para pick six do defensor Palmito. Mais tarde, Pratt fechou a conta para o Flamengo. Final 28-49.

Vencer um forte candidato no certame brasileiro e fora de casa foi bem visto pelo head coach do Flamengo, Otavio Roichman.

— Nós conseguimos superar o nervosismo de uma estreita frente a um oponente que nos havia derrotado no ano passado. Começamos a partida muito forte abrindo grande vantagem, o time perdeu um pouco a concentração e permitiu que eles diminuírem a diferença, mas soubemos nos manter a frente e abrir uma boa vantagem no fim. O time se mostrou muito melhor organizado em campo, em todos os setores, além dos reforços que sem dúvida nos tornaram mais fortes — explicou.

Com a vitória, o Flamengo divide a liderança do Grupo B da Conferência Leste com campanha 1-0. O rubro-negro volta ao gramado no dia 30 de julho, quando recebe o Botafogo Challengers (0-0), no Rio de Janeiro.

Já o Vila Velha Tritões ocupa a penúltima posição do Grupo A do Leste com retrospecto 0-1. O roster laranja tentará a reabilitação também no dia 30, quando visita o litoral paulista para enfrentar o Santos Tsunami (0-0).

A despedida

Mesmo fora de campo, mas na sideline, o ex-defensor Fernando “Trapa” Giovannotti acertou para seguir o resto da temporada 2016 no Flamengo. O jogador é a terceira perda do elenco de Vila Velha neste ano. No primeiro semestre, os irmãos Fadini trocaram Vila Velha para atuar no Belo Horizonte Get Eagles.

— Eu estou nos Tritões desde 2007, são nove anos de time. Eu saí na hora certa, o time está criando uma dependência muito grande de alguns jogadores. Os jogadores pedem um profissionalismo dos diretores, mas quando chega na hora de nós, jogadores, sermos profissionais a gente acaba migrando para um grupo de amigos; não que não seja bom, mas acho que se a gente quiser fazer esse esporte crescer, temos que contribuir para esse profissionalismo. Se você receber uma proposta melhor, que vai te dar mais condições de jogar, você tem que fazer o que vai ser melhor para você como jogador. A gente tem que fazer escolhas, então eu escolhi ir para outro time, onde eu vou ser só jogador, não vou precisar me preocupar com a parte técnica, disciplinar e psicológica. Mas falei que estou aberto para ajudar os Tritões para qualquer tipo de ajuda — contou ao GloboEsporte.com.