Ijuí Drones arranca com triunfo diante do Foz do Iguaçu Black Sharks pela Liga Nacional

Crandall foi um dos destaques do Ijuí Drones na partida. Foto Studio 78

Depois de conquistar certo sucesso no campeonato gaúcho e na Copa Sul ao ser o programa do Rio Grande do Sul com mais idas aos playoffs na história, o Ijuí Drones tenta voos mais altos. Sua estreia já foi direto contra o primeiro campeão da Liga Nacional: o Foz do Iguaçu Black Sharks. No sábado (7), os zangões não perdoaram o rival do Paraná e venceram pelo confortável placar de 42 a 18. O evento válido pela semana 2 do certame brasileiro foi realizado no gramado do 19 de Outubro, em Ijuí.

Saiba como está a classificação da Liga Nacional

Os Drones abriram a contagem logo no primeiro quarto, quando o punt returner americano #6 Julian Crandall costurou o special team dos Sharks e percorreu 72yd até ultrapassar a goal line. Um bad snap atrapalhou a execução do PAT, que foi desperdiçado.

No segundo período, o backup signal caller #3 Rafael Kielling – que substituiu o #1 Uil Patrique Gutterres ao sofrer uma lesão no pé no jogo contra o Santa Maria Soldiers, pela semifinal do campeonato gaúcho – conectou Crandall em um passe de 26yd para touchdown. Kielling ainda passou para o flanker #83 Henrique Bonaldo para two points conversion.

Com problemas na defesa de punt, o roster de Foz do Iguaçu viu pela segunda vez Crandall retornar para touchdown. A corrida iniciou na linha de 33yd do campo de defesa de Ijuí e só parou na endzone. O placekicker #55 Lucas Santos desperdiçou o PAT. Na sequência, Kielling liderou a unidade até a redzone. Em um pitch pela esquerda, o halfback #2 Jonathan Machado contou com o lead block do slot receiver americano #5 Corey Watson II, ainda venceu quatro tackles para cair na meta rival. Kielling lançou em back shoulder fade para Watson II completar com o try de dois pontos.

Antes de terminar o primeiro tempo, os Sharks descontaram com o split end #3 Marcos “Gasinho” Heugenio, numa conexão de 10yd do signal caller #12 Daniel Torres para touchdown. O special team perdeu p PAT. 28-6.

Na etapa complementar, Foz do Iguaçu descontou com uma conexão de 36yd para touchdown com #10 Mateus Sermidi, em passe de 36yd de Torres. Novamente os especialistas perderam o try.

Mesmo com duas posses de bola atrás, os Sharks sofreram o revés no derradeiro quarto. O Santos, na posição de defensive end, encurralou o quarterabck rival, forçou o fumble, que foi recuperado pelo linebacker #52 André Luiz Gay e retornado para touchdown. Santos completou com o PAT.

Os Black Sharks responderam na hora, Torres liderou a unidade ofensiva até a linha de 1yd. Bastou um QB sneak para vencer o front seven rival e entrar na endzone. Mais uma vez o try foi perdido.

O sacramento do triunfo veio logo depois, dentro do two minute warning, Kielling encontrou o receiver #83 Gabriel Oliveira em um passe de 9yd para touchdown. Santos fechou a conta com o acerto do extra point. Final 42-18.

O resultado coloca o Ijuí Drones na segunda colocação do Grupo 5, Divisão Sul, Conferência Nacional com campanha de 1-0. O próximo compromisso será no dia 4 de agosto, quando recebe o Bento Gonçalves Snakes (0-1).

Já o Foz do Iguaçu black Sharks arranca com campanha 0-1. O programa tentará a reabilitação também no dia 4, quando recebe o líder Santa Cruz Chacais (2-0), em Foz do Iguaçu.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment