Ijuí Drones conquista maior comeback da história do futebol no Rio Grande do Sul

Ijuí Drones volta a disputar uma semifinal de campeonato gaúcho. Foto Keller Steiglich/Blog do Keller

O Ijuí Drones pode ser conhecido por algumas façanhas no futebol americano jogado no Brasil. Após conquistar a improvável vaga na final do campeonato gaúcho de 2013 com campanha negativa de 0-3 e ser vice-campeão, no domingo (10), o enxame do Noroeste tratou de abrilhantar sua história ao proporcionar um dos maiores – isso se não for o maior – comebacks do País. Os Drones derrotaram a Armada Futebol Americano por 22 a 21, no relvado do 19 de Outubro, em Ijuí, pelos playoffs do certame estadual.

Saiba como estão os playoffs do campeonato gaúcho

O elenco de Porto Alegre começou a todo vapor. O arranque avassalador da Armada dava a indicar que seria uma vitória fácil. Logo no primeiro drive, o halfback #8 Pedro Gabriel “Coturno” Garcia encontrou um espaço no front seven de Ijuí e abriu a contagem com um touchdown. O placekicker #12 Lafaiete Junior completou com o PAT.

Na sequência, a defesa alvinegra tratou de forçar um segundo three and out. O time ainda aproveitou um vacilo do special team mandante na execução de um punt para ficar perto da redzone. O backup signal caller #81 Luguini Santos conectou o tight end #49 Jhonatan “Mau Mau” Penha em um passe de 10yd para touchdown. Novamente Junior acertou o extra point.

Com a defesa em alta, a Armada conseguiu forçar e recuperar um fumble a poucas jardas da redzone. Santos liderou o ataque a 2yd da goal line. Bastou a Garcia percorrer a distância para ampliar a vantagem em três posses de bola. Junior encerrou com o acerto do arremate de bonificação.

Mesmo com este começo fulminante, o que poderia desmoralizar a equipe, os Drones colocaram a cabeça no lugar e iniciaram a épica jornada. No segundo quarto, o quarterback #1 Uil Patrique Gutterres posicionou a unidade ofensiva pela primeira vez no território adversário. Numa quarta descida longa, Gutterres encontrou o wide receiver americano #6 Julian Crandall em um passe de 17yd para touchdown. O time ainda contou com um improviso de Crandall na posição de holder, após um bad snap, o jogador achou uma brecha para anotar o try. 8-21.

Na etapa complementar, os Drones encostaram no placar com uma corrida curta de 4yd do running back #2 Jonathan Machado. O kicker #8 Augusto Goi descontou com o acerto do extra point. O time da casa ainda teve a oportunidade de igualar o marcador na campanha seguinte, quando o tailback americano #5 Corey Watson II correu 5yd para entrar na endzone, mas uma flag por holding minou a pontuação. No hike subsequente, Gutterres foi interceptado.

A cereja do bolo veio na metade do último período. Um snap curto do long snapper da Armada deixou Junior numa saia justa, o punter encostou o joelho no chão para dominar a bola, o que acarretou em turnover on downs no seu campo de defesa. Com a posse devolta, Gutterres conectou o flanker #89 Henrique Bonaldo em um passe de 15yd em rota post dentro da endzone. Goi virou o duelo com o acerto do extra point para delírio dos fãs locais.

Com pouco menos de três minutos para o término do jogo, a Armada teve a chance de reviver a temporada regular, quando dentro do two minute warning venceu o Canoas Bulls. Porém, o middle linebacker #7 Felipe Zarth interceptou Santos e sacramentou a vitória de Ijuí. Final 22-21.

Se contado o retrospecto do Porto Alegre Pumpkins – uma vez que a Armada é a fusão de Pumpkins e Restinga Redskulls – é a segunda vez que os Drones vencem o rival da Capital por um ponto de diferença.

O triunfo coloca o Ijuí Drones na semifinal do campeonato gaúcho. O time terá pela frente o atual tetracampeão Santa Maria Soldiers. O jogo está marcado para o dia 23 de junho, com local e horário ainda a serem confirmados.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment