Japão mantém tabu de não perder para o México na IFAF World Championship

O quarterback Takata foi um dos destaques da partida com três touchdowns. Foto Ed Hall Jr./USA Football

Na primeira disputa da semifinal da IFAF World Championship, o Japão passou com facilidade pelo El Tri do México por 35 a 7. O duelo ocorreu na tarde desta última quarta-feira (15), no Tom Benson Hall of Fame Stadium, em Canton/Ohio, nos Estados Unidos.

Os japoneses retornam a uma final desde a última edições do Mundial, realizado na Áustria, em 2011, onde o elenco alvirrubro viu o rival americano faturar a medalha de ouro contra os canadenses. Nas duas primeiras Copas do Mundo, os asiáticos levaram o troféu para casa – Itália 1999 e Alemanha 2003 – justamente ao bater os mexicanos na final.

Wakisaka (c) é o único jogador que participou de todas as edições do IFAF World Championship
Wakisaka (c) é o único jogador que participou de todas as edições do IFAF World Championship

— Um dos motivos para eu continuar neste torneio é que eu quero mostrar ao mundo o quão forte o time japonês é. Acho que esta é minha última chance, quero dar o meu melhor e espero vencer — contou o veterano defensive line de 46 anos, Yasuo Wakisaka, que participou de todas as Copas.

Os japoneses tomaram conta da partida logo no início, o quarterback Tetsuo Takata conectou o wide receiver Takashi Kurihara em um passe de 70yd para touchdown, com pouco mais de um minuto jogado. Antes do fial do primeiro quarto, a dupla Takata-Kurihara novamente chegou a endzone mexicana, desta vez em uma conexão de 10yd. No segundo quarto, o Japão continuava a controlar as ações do jogo, tanto que o terceiro TD veio de um lançamento de 17yd de Takata para receiver Naoki Maeda. Todos os PATs foram anotados pelo kicker Saeki. 21-0.

Depois do intervalo, El Tri descontou com um touchdown de Arroyo, que recebeu um passe de 10yd de San Roman. O kicker Diez completou o chute. 21-7.

Porém, no derradeiro período, o jogo terrestre japonês acabou com a defesa mexicana. Os running backs Ryo Takagi e Taku Lee ultrapassaram a goal line, em corridas de 1 e 2yd respectivamente. Saeki acertou os dois extra points. Final 35-7.

— No primeiro jogo contra os Estados Unidos, nós perdemos completamente, eu fiz péssimas decisões como treinador. Agora que mostrar o quão bom nós podemos jogar. Esta é uma grande oportunidade, mas temos de jogar o melhor possível — disse o head coach japonês Kiyoyuki Mori.

Com o resultado, o Japão enfrentará o USA Football na briga pela medalha de ouro. Os japoneses reeditarão a final de 2007, quando o país sediou o Mundial e acabou perdendo a final para os americanos. O confronto desta edição está marcado para este sábado (18), às 20h no horário de Brasília, no Tom Benson Hall of Fame Stadium.

Já o El Tri irá encarar os Fighting Frogs da França na disputa da medalha de bronze. A partida será também no sábado, mas às 16h30 no horário de Brasília.