João Pessoa Espectros segue com o histórico positivo nos playoffs contra o Recife Mariners

O João Pessoa Espectros segue assombrando o Recife Mariners nos playoffs. Foto Davi Gueiros/Cortesia

O João Pessoa Espectros está pela sétima vez consecutiva na final da Conferência Nordeste, em mais uma oportunidade na Superliga Nacional. Na tarde deste sábado (22), o atual campeão nacional manteve a freguesia em jogos decisivos contra o Recife Mariners e venceu por 16 a 8, no Estádio dos Aflitos, em Recife.

Saiba como estão os playoffs da Superliga Nacional



Agora, o time paraibano aguarda o vencedor de Ceará Caçadores e América Bulls, que se enfrentam neste domingo (23), no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. O técnico dos Espectros, Kevin Veloso, admitiu a torcida pelos Bulls, já que a sua equipe jogaria em casa na final.

— Vai ser um jogo duro, de duas equipes muito qualificadas, mas confesso que estou torcendo pelo América Bulls. Queremos muito jogar a decisão com o apoio da nossa torcida — admitiu.

O jogo

O primeiro quarto foi marcado pelo equilíbrio. Com as duas defesas muito bem montadas, os ataques pouco produziram, tanto que nenhuma equipe chegou perto da redzone.

No início do segundo quarto, o João Pessoa Espectros conseguiu uma excelente campanha e chegou a duas jardas do touchdown. No entanto, o time não desenvolveu bem o ataque e desperdiçou a chance de abrir o placar. 0-0.

Na segunda etapa os Espectros chegaram a marcar um touchdown com Flavinho Gouveia, mas arbitragem marcou falta no lance. Logo na sequência, em nova interceptação, dessa vez do americano Carlos Cox, o defensor pegou o lançamento do compatriota Alex Niznak, correu quase metade do campo para abrir o placar no pick six. O kicker Diego Aranha converteu o ponto extra.

No ataque seguinte, os donos da casa não conseguiram a primeira descida e um erro no punt colocou os paraibanos na redzone. Sem alcançar a meta maior, restou a Aranha ampliar a vantagem com um field goal. Mais tarde, mais uma ótima campanha dos fantasmas terminou em TD. O lançador Vitor Ramalho conectou Edvaldo Massu, já na endzone marcar o segundo TD dos visitantes. O try foi desperdiçado.

Perto do final do jogo, Vinicius Ângelo descontou para os Mariners, após belo lançamento de Niznak .No complemento da jogada, o time da casa conseguiu a conversão de dois pontos para deixar a partida em 16 a 8.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.