Lisboa Devils acerta acordo com Tiny para reforçar o backfield na temporada 2017/2018 da LPFA

Furtado é apresentado pelo Lisboa Devils no Sport Lisboa e Olivais. Foto Devils/Divulgação

O atual bicampeão invicto da Liga Portuguesa de Futebol Americano (LPFA) tratou de reforçar ainda mais o seu plantel para a disputa da nona edição do certame português. O Lisboa Devils acertou o ingresso do playmaker running back Jesuíno “Juzz Tiny” Furtado nesta última semana, em Lisboa. O artilheiro do rival Cascais Crusaders chega para somar forças com o artilheiro brasileiro Willian La’Prado no backfield dos rubro-negros.

Saiba como foi a temporada 206/2017 da Liga Portuguesa



Furtado volta da Finlândia após passar uma temporada ao atuar pelo Tampere Saints. O que foi a sua primeira e única experiência fora do solo lusitano. Pelos Saints, o português não conseguiu levar o time aos playoffs da Vaahteraliiga – a primeira divisão da Suomen Amerikkalaisen Jalkapallon Liitto (SAJL) – quando a equipe em encerrou a temporada regular a penúltima colocação com campanha de 3-9.

A expectativa de jogar pelos Devils é grande para o running back português.

[Estou] bastante entusiasmado com esta nova fase da carreira, mantendo a ambição de sempre, que passa por dar o meu melhor dentro de campo, mas, acima de tudo, ajudar os meus colegas para que todos possamos cumprir o objetivo máximo desta época, que passa por renovar o título de campeões — comentou Furtado.

A ida para a Vaahteraliiga fez Furtado ampliar os conhecimentos acerca do futebol americano, além de melhorar o seu desempenho físico e técnico no relvado.

— Os Saints deram me a bagagem que precisava para melhorar o meu jogo, tive jogadores mais fortes do que eu a placar (tackles) me e tive numa liga em que se não aguentar as dificuldades física nunca não se atinge objetivos nenhuns. Foi uma ótima experiência — disse.

Com La’Prado no backfield, acompanhado da chegada do quarterabck americano Kyle Nolan, o ataque dos Devils terá mais uma peça para as defesas assimilarem a unidade.

— Eu não vou trazer nada de novo aos Devils apenas vou ajudar e tentar aprender com o quarterback deles e melhorar mais o meu jogo. Os Devils, como todos sabem, são uma equipa bem organizada e foi isso que me fez mudar “a estrutura” da equipa — finalizou.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.