Lisboa Devils e Cascais Crusaders abrem a pré-temporada da LPFA com treino em conjunto

Lisboa Devils e Cascais Crusaders se preparam para a 10ª edição da Liga Portuguesa. Imagem Devils/Divulgação

Neste último domingo (14), os programas de futebol americano do Cascais Crusaders e Lisboa Devils realizaram um minicamp para a disputa da décima edição da Liga Portuguesa de Futebol Americano (LPFA). O treinamento em conjunto visa preparar tecnicamente e fisicamente ambos os roster nesta curta pré-temporada antes do certame nacional. O evento foi realizado no relvado do Sport Lisboa Olivais, em Lisboa.

Saiba como foi a temporada 2017/2018 da Liga Portuguesa

O intuito de treinar em conjunto partiu do staff técnico dos Devils. O head coach Nuno Félix convidou o treinador Paulo Terrinca para desenvolver o evento em conjunto.

— Foi um treino diferente. Falei com os Crusaders para fazermos um treino conjunto. Normalmente ou treinas sozinho, ou fazes um jogo-treino. E desafiei o Terrinca para fazer treino conjunto. Temos três equipas grandes na zona de Lisboa agora. E apareceu uma nova nos arredores: o Tagus Lions, que está a começar. Para mim, faz todo o sentido tentar melhorar o futebol americano no geral. Nós aprendemos muito por visionamento de vídeo e leitura de livros. Porque não partilhar um pouco daquilo que fazemos no nosso dia-a-dia? — indagou Félix.

O treinamento foi dividido igualmente na questão técnica/tática e física. Houve scrimmage com o uso de pads e em situação de redzone.

— Foi inicialmente direccionado para treino técnico, depois introduzimos contacto entre jogadores da mesma equipa e de equipa diferente e depois fomos adicionando etapas, até que acabámos em endzone, com 15jogadas para cada lado. Interessava o sucesso da equipa e não o fracasso da equipa adversária. A postura e mentalidade esteve certa desde início. Vamos jogar com eles na primeira jornada da Liga e aí vai ser muito diferente — explicou Félix.

Mesmo com a atribuição do scrimmage entre as unidades, pouco se pode explorar o playbook a ser usado durante a competição.

— Sinto que os Crusaders não quiseram mostrar algumas coisas, tal como nós não quisemos. A realidade é que antes do nosso jogo vão haver outros jogos, vai haver vídeo desses jogos e vamos poder estudar tudo o que é preciso. Estar preocupado em não treinar o nosso playbook, seria perder um treino — finalizou Félix.

O treinador ainda convida aos adeptos que tiverem interesse em participar dos treinos em comparecer aos Olivais para tentar a vaga nos Devils.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment