Lisboa Devils vence o derby da alfacinha contra o Lisboa Navigators e garante vaga direta na semifinal da LPFA

Furtado vence a marcação para anotar o touchdown de virada do Lisboa Devils. Foto Devils/Divulgação

A rivalidade lisboeta foi colocada a flor da pele na tarde deste último sábado (24), no estádio José Ramos, em Lisboa. Pela batalha da alfacinha, o Lisboa Devils derrotou o arquirrival Lisboa Navigators pelo placar de 42 a 13. O triunfo garantiu o lado rubro-negro direto na semifinal da Liga Portuguesa de Futebol Americano (LPFA) e, de quebra, tira provisoriamente os navs da zona de classificação aos playoffs.

Saiba como está a classificação da Liga Portuguesa



No primeiro embate – realizado ainda no ano de 2017 – os Navigators preocuparam muito a defesa dos Devils. O cenário anterior deu pintas que a dose poderia se repetir. Logo no primeiro drive, o signal caller #14 André Monteiro conectou o wide receiver #16 Marcel Shaeffer em um passe de pouco mais de 10yd para touchdown. O placekicker acertou o PAT.

Entretanto, a resposta dos Devils foi imediata. O quarterback americano #16 Kyle Nolan escapou do hurry do front seven adversário e encontrou o wide receiver #8 Bernardo Solipa para touchdown dentro da endzone com um lançamento de cerca de 40yd. O kicker #22 Bruno Cardoso acertou o extra point. A virada chegou logo em seguida, com uma corrida de 10yd do halfback #23 Jesuíno “Juzz Tiny” Furtado para TD. Novamente Cardoso acertou o XP.

No começo do segundo quarto, Nolan encontou o slot receiver #5 Bruno Pereira livre de marcação. O lusitano percorreu metade do relvado até ultrapassar a goal line sem ser tocado. Cardoso manteve o bom aproveitamento no arremate de bonificação. Na campanha subsequente, Nolan deixou a defesa dos Navigators honesta com o play action e ainda passou 20yd para Cardoso anotar o quarto touchdown dos Devils. O próprio Cardoso aumentou a diferença em três posses de bola com o acerto do try.

Com a defesa dos Devils a anular a produção de Monteiro. O ataque voltava a campo com mais frequência. Pouco antes do término do primeiro tempo, Nolan conectou 21yd para Pereira dentro da meta rival. Cardoso finalizou com 100% de aproveitamento no chute extra. 7-35.

Na volta do intervalo, o cenário para os mandantes ficou ainda pior. Numa free play por offside da defesa, Nolan aproveitou o vacilo do adversário para mandar a bomba de 42yd para o wideout #17 Pedro Flores para touchdown. Cardoso completou o sucesso com o arremate certeiro entre os postes.

Os navs trataram de devolver o presente. Monteiro carregou a unidade até a redzone. O quarterback da casa achou o tight end #4 Nelson “Gronk” Fidalgo em um passe curto para TD. O special team arriscou a conversão de dois pontos sem sucesso.

No derradeiro período, os mandantes conseguiram visitar mais uma vez a redzone adversária. Porém, a defesa visitante forçou um turnover on downs para minar o desconto no placar. Final 13-42.

— O jogo foi dominado por nós, na primeira parte estivemos sempre por cima do jogo e na segunda gerimos o resultado e rodamos o plantel. Os Navigators são sempre uma equipa complicada, mas a partir do momento em que conseguimos impor o nosso jogo, dominamos. Nota ainda para quatro turnovers provocados pela nossa defesa, dois fumbles recuperados e duas interceptions. Foi dos jogos mais coesos da nossa equipa — argumentou o head coach dos Devils, André Amorim.

O resultado garante a conquista do Grupo Sul ao Lisboa Devils, que detém campanha de 8-1. O último compromisso da temporada regular será no dia 24 de março, quando recebe o Algarve Sharks (5-3), em Lisboa.

Já o Lisboa Navigators cai para a quarta colocação do Sul com 4-4 e fora da zona de classificação aos playoffs. Os navs ainda dependem de si para avançar a segunda fase. O penúltimo jogo está agendado para o dia 3 de março, quando visita Loulé para encarar os Sharks.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment