Lisboa Devils vence o derby da alfacinha contra o Lisboa Navigators

Nolan foi um dos responsáveis pela vitória do Lisboa Devils contra o Lisboa Navigators. Foto Margarida Cautela

No primeiro derby da temporada 2017/2018 da Liga Portuguesa de Futebol Americano (LPFA), o Lisboa Devils manteve a invencibilidade contra o Lisboa Navigators ao vencer o rival no clássico da alfacinha por 35 a 26. O evento foi realizado na última sexta-feira (1º), no Campo Branca Lucas, nos Olivais, em Lisboa – durante a celebração do feriado nacional da Restauração da Independência.

Saiba como está a classificação da Liga Portuguesa



Dispostos a derrubar a invencibilidade do lado rubro-negro lisboeta, os Navigators surpreenderam o arquirrival quando o signal caller #14 André Monteiro conectou o wide receiver #80 Bruce Furtado em um passe de 19yd para touchdown. O try terminou sem sucesso. Mais tarde, os navs ampliaram a vantagem em duas posses de bola, algo que os Devils ainda não haviam sofrido na competição – após uma big play de Monteiro para o tight end #4 Nelson “Gronk” Fidalgo de 78yd para TD. O extra point fora perdido pelos navegadores por bad snap. Antes do término do primeiro quarto, os mandantes descontaram em um lançamento de 7yd do quarterback americano #16 Kyle Nolan para o wide receiver #8 Bernardo Solipa para touchdown. O placekicker #50 Sergio Moreno completou com o PAT.

A virada dos Devils chegou no segundo quarto. Nolan encontrou o wide receiver #22 Bruno Carsoso em um passe de 8yd para touchdown. No try, o holder #17 Pedro Flores congelou a defesa dos Navigators e ampliou com a conversão de dois pontos. 15-12.

Após o halftime break, Nolan distribuiu para o receiver Flores em um lançamento de 29yd para touchdown. O backup kicker e rookie #19 André Figueiredo chutou para fora o extra point. Os visitantes até que tentaram uma reação imediata, mas a secundária dos Devils interceptou Monteiro perto da redzone.

Durante o último período, os Navigators ameaçaram o reinado dos Devils, quando Monteiro encontrou Fidalgo em um passe de 12yd para touchdown. A diferença caiu para um ponto após arremesso de Monteiro para Fidalgo. Porém, a resposta dos Devils foi rápida. Nolan conectou Cardoso em profundidade num passe de 42yd para TD. A conversão de dois pontos foi impedida pelos navs. O cenário ficou ainda melhor para os donos da casa quando o running back #23 Jesuíno “Juzz Tiny” Furtado encontrou espço em uma corrida off tackle pela esquerda de 14yd até ultrapassar a goal line. O próprio Furtado completou com o 2pts conversion. O lado alviceleste da Capital ainda encontrou forças para descontar. Fidalgo, em posição de halfback, percorreu 1yd para vencer o front seven dos Devils e entrar na endzone. O special team dos Navigators perdeu o try. Final 35-26.

— Então, quanto à nossa partida de sexta-feira, foi intenso. Os devils não esperavam a força que os Navigators trouxeram para campo. Mais uma vez, o nosso tight end Nelson Fidalgo dominou o marcador colocando 18 pontos nas costas e um reciever novo nosso, Bruce Furtado, foi essencial para o desenvolvimento em campo. A partida foi assistida por árbitros internacionais convidados para dar mais valor à arbitragem do País e ensinar aos nacionais como se fazem as coisas no nivel seguinte. Foi difícil acompanhar isso, o sistema de marcação de penalidades é algo que pode quebrar o ritmo de um jogo. Este jogo mostrou que o trabalho de casa compensa, aproveitamos as pequenas manias e defeitos dos jogadores adversários. Estamos confiantes de que apesar de estarmos com três derrotas neste campeonato a maré está a virar, e o título de campeão não é impossível — avaliou o runnnig back dos Navigators, #10 Alexander Campbell.

— sabíamos que ia ser um jogo complicado por causa de termos vindo de um outro jogo duro [Braga Warriors], com pouco tempo de descanso e preparação. Os Navigators não são a mesma equipa do último ano, estão mais disciplinados, têm talento e um bom nível de execução. Acho que o recorde de 0-3 não expressa a equipa que são neste momento. No entanto, nós é que comentemos alguns erros mentais, acabamos por nos colocar numa situação ingrata no início e tivemos que correr atrás do resultado. Mas, conseguimos o objetivo principal, a vitória, e agora vamos corrigir e aprender com os nossos erros e melhorar para o resto da temporada. Também espero conseguir recuperar alguns atletas que perdemos por lesões, para os jogos que se avizinham. Ainda temos muito a melhorar par ao resto do campeonato — elucidou o head coach dos Devils, André Amorim.

O resultado mantém o Lisboa Devils na liderança do Grupo Sul com campanha de 4-0. O próximo adversário será o estreante Évora Eagles (0-3), no dia 16 de dezembro, em Lisboa.

Enquanto que o Lisboa Navigators ocupa a quarta colocação do Sul com 0-3. O time tentará a reabilitação no dia 9 de dezembro, quando viaja a Braga para encarar o Braga Black Knights (0-3), no Campo Mata da Ordem.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment