O Top 30 da Superliga Nacional

O Cuiabá Arsenal é o líder do Top 30 da Superliga Nacional. Foto Junior Martins/Arsenal

O Blog Touchdown fez o levantamento das campanhas de todos os 30 times que disputam a Superliga Nacional. Criamos uma tabela única, como se o campeonato houvesse sido disputado no sistema de pontos corridos, assim como acontece no Brasileirão de soccer.

Confira a classificação da Superliga Nacional

Respeitamos todos os critérios de desempate da Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA), tais quais o número de vitórias de cada equipe, o confronto direto entre os clubes (se o empate for entre times da mesma conferência), além da força de tabela.



Este último , o mais complexo de todos, nada mais é do que a soma das vitórias dos seus adversários, dividido pelo número de partidas que eles disputaram. É através deste critério que se definem quais times venceram os adversários mais difíceis. Desta maneira, quem tem a força de tabela maior, está à frente dos seus concorrentes. Pelo regulamento, se ainda assim as equipes estiverem empatadas, O saldo de pontos é que definirá o melhor colocado.

— Todos sacrificaram muito para alcançar o resultado atual. O período de treinos deste ano teve início em fevereiro e foram muitas horas de treino para preparar o grupo. Temos bom apoio da diretoria, das famílias dos atletas, de empresários patrocinadores e de Deus. Este último, olha por nós. Nosso grupo está com saúde, entrosado, focado no campeonato e com vontade de ser novamente campeão brasileiro. Acreditamos no trabalho duro para obter isso — contou o head coach do Cuiabá Arsenal, Kenneth Joshen

Até o momento, as equipes que fizeram mais bonito foram Cuiabá Arsenal e Flamengo, os únicos invictos em todo o certame. As piores marcas, por sua vez, entram na conta de Vitória, Foz do Iguaçu Black Sharks e Sorocaba Vipers, que não conseguiram nenhuma vitória. O Botafogo Challengers, por ter desistido do campeonato (entenda o que aconteceu), ficou na última colocação.

Confira o ranking

RANKING V D VA DA FT P+ P- S
Cuiabá Arsenal 6 0 17 18 48,6% 199 75 124
Flamengo 6 0 16 20 44,4% 291 38 253
Lusa Lions 5 1 16 18 47,1% 176 84 92
Timbó Rex 5 1 16 20 44,4% 280 34 246
Ceará Caçadores 5 1 16 20 44,4% 171 106 65
Recife Mariners 5 1 16 20 44,4% 173 33 140
Coritiba Crocodiles 5 1 16 20 44,4% 119 66 53
Vila Velha Tritões 5 1 15 21 41,7% 264 68 196
Vasco da Gama Patriotas 4 2 20 16 55,6% 168 85 83
10º Tubarões do Cerrado 4 2 17 18 48,6% 106 98 8
11º João Pessoa Espectros 4 2 17 19 47,2% 207 71 136
12º Paraná HP 4 2 17 19 47,2% 111 56 55
13º São José White Sharks Istepôs 4 2 17 19 47,2% 82 69 13
14º América Bulls 4 2 17 19 47,2% 78 111 -33
15º Botafogo Reptiles 4 2 15 21 41,7% 174 120 54
16º Goiânia Rednecks 3 3 19 15 55,9% 129 142 -13
17º Santos Tsunami 2 4 21 15 58,3% 67 163 -96
18º Juventude 2 4 19 17 52,8% 37 109 -72
19º Recife Pirates 2 4 19 17 52,8% 84 159 -75
20º Campo Grande Predadores 2 4 16 18 47,1% 91 160 -69
21º Minas Locomotiva 2 4 16 20 44,4% 130 116 14
22º Corinthians Steamrollers 2 3 17 18 48,6% 116 100 16
23º Serra Cabritos 1 5 21 15 58,3% 49 275 -226
24º São Paulo Storm 1 5 19 15 55,9% 147 161 -14
25º Ufersa Petroleiros 1 5 20 16 55,6% 54 138 -84
26º Curitiba Brown Spiders 1 5 20 16 55,6% 55 189 -134
27º Vitória 0 6 21 15 58,3% 32 181 -149
28º Foz do Iguaçu Black Sharks 0 6 21 15 58,3% 26 187 -161
29º Sorocaba Vipers 0 5 17 18 48,6% 42 190 -148
30º Botafogo Challengers 0 6 20 16 55,6% 0 278 -278

Legenda

V: Vitória | D: Derrota | V.A: Vitória dos adversários | D.A: Derrota dos adversários | F.T: Força de tabela | P+: Pontos feitos | P-: Pontos sofridos | S: Saldo

Critérios de desempate

1. Número de vitórias
2. Confronto direto (se as equipes forem da mesma conferência)
3. Força de Tabela
4. Saldo de pontos
5. Sorteio

Texto: Haim Ferreira/Touchdown JC

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.