Por motivo fortuito, Lusa Lions avança nos playoffs da Superliga Nacional

Goés conectou os dois passes para TDs do Lusa Lions. Foto Chiarini Junior

A Superliga Nacional vivenciou mais um episódio triste. Na partida pela divisional round dos playoffs entre Lusa Lions e Tubarões do Cerrado, jogado no estádio do Canindé, em São Paulo, o duelo foi marcado pela interrupção devido a falta da presença da ambulância no local. O jogo estava no primeiro minuto do último quarto, quando foi dado por incontínuo. Naquele momento, os mandantes venciam pelo placar de 14 a 6.

Saiba como estão os playoffs da Superliga Nacional



Os donos da casa abriram o placar no segundo quarto, quando o quarterback #16 Catullo Goés conectou o wide receiver #11 Vinícius “Seya” Souza em um passe de 17yd para touchdown. O kicker #3 Renan “Buzz” Barbosa conferiu o extra point. 7-0.

Na etapa complementar, Goés encontrou o wide receiver #1 Leandro Fratini em uma screen pass. O atleta quebrou tackles e correu cerca de 30yd para ultrapassar a goal line. Buzz mandou a bola entre as traves. Na sequência, o running back #20 Bruno Cavalcante percorreu 4yd para anotar o touchdown e descontar para os brasilienses. O special team perdeu o try. 14-6.

O problema

No início do último período, quando os Lions estavam na redzone a sete jardas da endzone, o defensive end do TdC, #95 Felipe Marques, acabou lesionado no lance. A partida foi paralisada para atendimento do atleta. A ambulância foi solicitada para socorrer Marques e transportá-lo para o hospital mais próximo do Canindé.

O jogo ficou parado por um longo tempo. Em razão da demora do retorno do veículo de atendimento, os dirigentes da equipe brasiliense tomaram a decisão de não dar seguimento ao embate, uma vez que os Tubarões alegaram uma cláusula de tempo no contrato com a empresa contratada para fazer o transporte do time até São Paulo.

O regulamento

Em contato com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA), Guto Sousa, a partida interrompida foi dada por encerrada.

— O regulamento fala que caso um jogo seja interrompido por motivo fortuito após transcorridos mais de ¾ do tempo de jogo, o jogo é dado por encerrado e o placar permanece. O resultado final, segundo a arbitragem, é mesmo Lusa 14-6 Tubarões. Este é o resultado oficial — explicou Sousa.

Com o encerramento oficial, o resultado favorece os Lions, que avançam nos playoffs e encararão o Cuiabá Arsenal na final da Conferência Oeste. Já o TdC voltará as suas atenções na disputa do campeonato candango em 2017, onde defende o título.

Assista os argumentos de Lions e TdC para o Salão Oval

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.