Porto Alegre Pumpkins vira no overtime contra o Restinga Redskulls e garante a ida aos playoffs

No duelo de defesas, o Porto Alegre Pumpkins aproveitou melhor as oportunidades. Imagem ContraCena/Reprodução

Mais um jogo épico no campeonato gaúcho. Para encerrar a temporada regular com chave-de-ouro. Neste último domingo (28), o gramado do Cecores foi o palco da batalha entre Restinga Redskulls Porto Alegre Pumpkins. A tarde chuvosa só contribuiu para abrilhantar a rivalidade entre as duas equipes. Desta vez, os abóboras tiveram um final feliz e eliminaram os caveiras da competição ao vencê-los no overtime por 9 a 2.

Confira a classificação do campeonato gaúcho



O campo pesado e a chuva atrapalharam os desempenhos das defesas. Os Redskulls até largaram na frente logo no primeiro drive. A equipe rubro-negra aproveitou um vacilo dos Pumpkins no special team e conquistaram um safety.

O resto do primeiro tempo seguiu com trocas de posse de bola e alguns turnovers. Os mandantes ainda tiveram a chance de ampliar a vantagem, pois adentraram na redzone rival, mas optaram por arriscar uma quarta descida, que terminou sem sucesso. 2-0.

Na volta do intervalo, a chuva apertou para prejudicar ainda mais as campanhas ofensivas. No kickoff, o arremate do kicker #89 Luã Fontoura colocou a pelota na linha de 1yd do território defesa do Restinga. Com pouco tempo de reação, somado a não entrada da bola na endzone, o kick returner #82 Phillipi Dias ajoelhou no relvado. Com as costas na parede, o ataque liderado pelo quarterback #7 Rafael “Nego Darth” Rodrigues sofreu o safety.

No decorrer da etapa complementar, tanto Redskulls quanto Pumpkins tiveram duas tentativas de insucesso em chutes de field goals. O confronto foi para o vertime.

Os laranjas avançaram diante da defesa rubro-negra na sua oportunidade. O time ficou numa situação de quarta para o gol na linha de 1yd. Os Redkulls chegaram a forçar o turnover on downs contra a investida dos Pumpkins, porém, um offside limou a alegria dos donos da casa. Restou ao running back americano #1 Raymond Bradley, numa dive run, percorrer a jarda restante para entrar na endozne. Fontoura completou com o PAT.

Com a bola em mãos, e sem o seu principal atleta para o jogo terrestre – #34 Pedro Gabriel “Coturno” Garcia –, os caveiras sofreram um fumble que foi recuperado pela defesa visitante. O turnover garantiu o triunfo dos Pumpkins e carimbou a ida do time aos playoffs. Final 2-9.

O resultado coloca o Porto Alegre Pumpkins na segunda colocação do Grupo B com campanha 3-2. No wildcard, a equipe porto-alegrense receberá o Ijuí Dornes, no dia 4 de junho, em local ainda por definir.

Já o Restinga Redskulls encerra a temporada regular na quarta colocação com retrospecto de 2-3. O time voltará as suas atenções à disputa da Copa Sul no segundo semestre.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment