Porto Mutts destrona Lisboa Devils em um renhido duelo nos Olivais

Lopes contou com boa proteção no pocket da O-line do Porto Mutts para assegurar a vitória em Lisboa. Foto Miguel Nazareth

A Liga Portuguesa de Futebol Americano (LPFA) terá um novo campeão. Diferente das outras oito edições, sabe-se que o título ficará 100% de certeza no Norte, algo inédito em toda a história do futebol americano jogado em solo lusitano. O feito foi alcançado após o triunfo do Porto Mutts contra o atual bicampeão Lisboa Devils, na Capital. Os rafeiros derrotaram o plantel sulista pelo placar de 23 a 20, num renhido embate no Campo Branca Lucas, nos Olivais, neste último domingo (15).

Saiba como estão os playoffs da Liga Portuguesa

O jogo ganhou emoções desde seu começo. A batalha de trincheiras foi vencida inicialmente pelos Mutts. O signal caller #18 Brian Lopes encontrou o wideout #88 Saulo Diniz em um passe de 24yd para touchdown. O PAT foi desperdiçado pelo placekicker #83 Helio Reis.

No segundo quarto, foi a vez dos Devils triunfar diante do rival da Invicta. O quarterback americano #16 Kyle Nolan conectou o wide receiver #17 Pedro Flores em um passe de 20yd para touchdown. O kicker #22 Bruno Cardoso acertou o extra point. 7-6.

O duelo ganhou tensão após o intervalo. Os Mutts voltaram a frente do score depois de deixar a defesa dos Devils honesta em uma chamada de reverse, que resultou em uma big play do wide receiver #28 Fabio Castro de 46yd até entrar na endzone. O special team de Porto perdeu a conversão de dois pontos.

A resposta dos lisboetas foi imediata. No drive seguinte, Nolan liderou a unidade de ataque para retomar a dianteira. O americano encontrou o wide reciever #11 Berrnardo Solipa livre de marcação em uma rota curta de 2yd para touchdown. Cardoso conferiu o seu segundo arremate de bonificação.

Mas antes do fim do período, os rafeiros entraram em field goal range. Reis chutou 36yd para mandar a pelota entre os postes.

No andamento do último quarto, Nolan entrou em cenário de redzone e na linha de 10yd. O quarterback fez a leitura de marcação em blitz, saiu em roll out pela direita e passou para o receiver Cardoso anotar o touchdown. A conversão de dois pontos foi falhada.

Não demorou a tardar o golpe de misericórdia dos Mutts. Lopes visitou a redzone adversária em nova oportunidade. Numa situação de quarta descida para duas jardas, o signal caller acha o receiver Castro para touchdown. Lopes ainda conectou o wideout #86 Ricardo Alves para 2pts conversion. O time ainda teve a chance de ampliar a vantagem na sequência, mas um fumble forçado e recuperado pela defesa da casa impediu a investida na redzone visitante. Final 20-23.

— A emoção foi tanta. Jogamos com o coração. Jogamos com tudo. Viemos cá embaixo só com uma mentalidade: ganhar dos bicampeões e dar tudo para marcar presença em mais uma final. Tem sido uma época muito difícil para nós com muitas lesões e jogadores expulsos, mas felizmente, com a nossa união conseguimos ultrapassar este grande adversário que são os Lisboa Devils — comentou o safety #1 João “Train” Marques.

— Planeamos a época para ir até ao último jogo e o último jogo é sempre o campeonato. Planeamos para ganhar este jogo [final]. A Liga teve um incremento de qualidade geral. Vimos equipas que não eram dispostas a calhar estar nas posições em que estavam chegarem a frente e produzirem excelente jogos. Sabíamos que os Porto Mutts viriam a cá e não seriam uma equipa fácil. Eles têm uma identidade de como jogar e serem muito disciplinados como poucas são. Ao terceiro quarto sabíamos que seria um jogo de detalhes, ao mínimo erro o jogo seria condicionado. Foi o que aconteceu — comentou o head coach dos Devils, André Amorim.

A LPFA IX será disputada pelo derby da Invicta entre Portuscale Dragons e Porto Mutts no dia 28 de abril. Os gestores da Liga definiram que o bowl será disputado no estádio Manuel Marques, em Torres Vedras.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment