Portuscale Dragons volta melhor depois do intervalo para derrotar o Braga Warriors

Defesa do Portuscale Dragons chega como uma das menos vazadas no certame. Imagem Dragons TV/Reprodução

O Portuscale Dragons manteve o favoritismo no duelo contra o Braga Warriors e se torna o primeiro finalista da temporada 2017/2018 da Liga Portuguesa de Futebol Americano (LPFA). Em evento realizado na tarde deste sábado (14), os Dragons derrotaram os Warriors pelo placar de 35 a 7. O jogo ocorreu no Cidade Desportiva de Paredes, em Paredes.

Confira os playoffs da Liga Portuguesa

O encontro iniciou de forma bem renhida. Mesmo cansados da longa viagem realizada no final de semana anterior, quando conseguiram a façanha de derrotar o Lisboa Navigators pelo wildcard, os Warriors engrossaram o caldo contra o elenco da Invicta.

O placar foi inaugurado ainda no primeiro quarto em uma conexão do signal caller americano #9 Awal Umaru para o wideout #11 Bruno Pintão para touchdown. A tentativa de conversão de dois pontos foi falhada.

Durante o segundo período, os bracarenses surpreenderam os mandantes. Alternando boas corridas, o quarterback #18 Tiago Ranhada posicionou a unidade de ataque na redzone pela primeira vez. Em um passe para o wide receiver #11 Guilherme Coutinho, os Warriors igualaram o placar com o TD. O placekicker #12 João Pitrez virou o score com o acerto do PAT. Pela primeira vez na época, os Dragons foram com o revés ao intervalo. 6-7.

Na etapa complementar, dois erros sucessivos de Braga abriu a porteira ao time do Porto. Logo no primeiro drive, os Dragons forçaram um fumble e recuperaram a posse dentro da redzone. Bastou a Umaru, em uma corrida pela esquerda recolocar os dragões na liderança com o segundo touchdown. O próprio Umaru completou com o try. Na sequência, um muffed kickoff do kick returner visitante deixou novamente os donos da casa na redzone. O americano espelhou a jogada anterior para ultrapassar a goal line. O 2pts conversion foi perdido. Para piorar o cenário dos Warriors, o time viu o cornerback brasileiro #2 Arthur Brandalise interceptar Ranhada e retornar para pick six. O try outra vez foi impedido. Os Dragons ainda conseguiram ampliar a vantagem com um field goal de menos de 20yd anotado pelo kicker romeno #42 Paul Fericean.

Com o andamento do último quarto, o running back #30 Carlos Matos encontrou uma brecha no front eight dos Warriors para entrar na endzone. A conversão de dois pontos foi mal sucedida.

O triunfo põe o Portuscale Dragons de forma invicta na decisão do certame lusitano. Esta é a segunda oportunidade da equipe tentar o título, já que na época anterior já havia realizado o feito, mas sob a alcunha de Maia Renegades. O time agora espera o vencedor de Lisboa Devils e Porto Mutts, que atuam neste domingo (15), em Lisboa.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment