Rio Preto Weilers bate Taquaratinga Defenders e segue sem sofrer pontos na Liga Nacional

Jogadores do Rio Preto Weilers tiram selfie para celebrar a vitória fora de casa. Foto Weilers/Divulgação

O Rio Preto Weilers segue sua sequência de vitórias no ano de 2017. Na manhã deste domingo (20), a equipe bateu o Taquaritinga Defenders, fora de casa, por 21 a 0. O time rio-pretense segue sem levar pontos na campanha desta Liga Nacional.

Confira a classificação da Liga Nacional



Os Weilers abriram a contagem no placar após interceptação do defensive back Luan, que anotou a sua primeira pick six no campeonato. O jogo estava duro e com muitas faltas de ambas as equipes, o que não possibilitava uma partida com muitas chances. A defesa do time de São José do Rio Preto se comportava bem, quando forçou muitos punts dos Defenders. Em um deles, o retornador Max conseguiu pegar a bola e correr para endzone. 14 a 0 no placar. Ainda no primeiro quarto de jogo, a defesa forçou um fumble, recuperou e quando o ataque veio a campo, o running back americano Ephraim James Edinburgh correu para o touchdown, para colocar 21 a 0 ao final do primeiro quarto. Todos os extra-points foram convertidos pelo kicker Ganso.

Nos outros três quartos de jogo, as faltas amarraram ainda mais a partida e sem muitas emoções os Weilers mantiveram a distância e conseguiram faturar mais uma vitória. Agora, a equipe de São José do Rio Preto terá até o dia 2 de setembro para se preparar para o confronto contra o Uberlândia Lobos, em Uberlândia. O presidente da equipe, Matheus Camargo, falou sobre a vitória e principalmente sobre o ótimo desempenho de sua defesa na partida.

— Nossa defesa foi muito bem, entramos com muita agressividade, conseguindo as interceptações, o fumble e isso ajuda também no ataque já que eles podem jogar mais tranquilos. Os jogadores da nossa defesa estão evoluindo desde 2016, melhorando muito o jogo em campo e com isso estamos colhendo os frutos agora — comentou.

A partida que foi recheada de faltas, o que desagradou o presidente que fez uma reclamação formal na súmula da partida.

— A partida teve muitas faltas inexistentes, nós conseguíamos a primeira descida, mas os juízes não davam. Tivemos dois touchdowns anulados também. Sentimos que a arbitragem era inexperiente, como na primeira partida, mas que dessa vez atrapalhou nosso resultado — disse.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.