Santa Cruz Chacais anuncia retorno do offensive line Patrick Nunes para 2018

Após passar pelo Pelotas Ants e Pinheiro Machado Rams, Nunes iniciou no full pads com o Santa Cruz Chacais no final de 2016. Foto Chacais/Divulgação

Na última quinta-feira (4), a direção do Santa Cruz Chacais anunciou, via redes sociais, que o offensive line Patrick Nunes foi reintegrado ao roster para disputar a temporada 2018 do campeonato gaúcho. O atleta chega em um período de renovação do elenco de Santa Cruz do Sul.

Confira o calendário de jogos do campeonato gaúcho



No início do segundo semestre de 2017, Nunes chegou a ser anunciado como reforço do Santa Maria Soldiers para a disputa do Brasil Futebol Americano (BFA). Entretanto, o jogador confirma que jamais participou de um jogo ou treino dos Soldiers.

— Entrei bem cru na categoria full pads. Os Chacais me moldaram e me deu o caminho correto a seguir. Foram inventados vários rumores sobre a minha saída [para os Soldiers], mas a razão foi saúde. Tenho um problema superficial, porém, muito grave na região de cima da cabeça. Ninguém sabe disso, mas, no ultimo jogo, que joguei pelos Chacais, que foi contra o Juventude, Em tal altura de jogo eu dei uma pancada muito forte em um jogador deles, que me escorreu sangue pelo pescoço. Ali já comecei a pensar em parar de jogar. Esse foi meu maior motivo — explicou Nunes.

A lesão na cabeça ainda será avaliada para ver se Nunes tem ou não condições de seguir no futebol americano. Enquanto o tratamento de desenvolve, o lineman, que tem a preferência de atuar como left tackle, busca se entrosar mais uma vez com os companheiros.

— Acredito e confio no trabalho que vem sendo feito. Agora é treinar e executar incansavelmente playbook e fundamentos, gerando união e entrosamento dentre as unidades — disse.

A vontade de seguir nos Chacais foi mais alto para o offensive line. Tanto que um conceito havaiano ʻohana levou ao retorno aos relvados. Esse conceito ficou muito conhecido pela célebre frase da personagem Lilo Pelekai no filme Lilo & Stitch, produzido em 2002, pelos estúdios Disney.

— Meu lugar sempre foi aqui. Todos os times me ofereçam bastantes coisas. Mas meu lema é ʻohana, que quer dizer família e família quer dizer nunca abandonar ou esquecer — finalizou.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment