São José Istepôs e Itajaí Dockers marca o reencontro de Clemes com o antigo clube

São José Istepôs busca encerrar a sina de vices no catarinense. Foto Istepôs/Divulgação

Está tudo pronto para começar a 12ª edição do campeonato catarinense para o São José Istepôs. Após dois vice-campeonatos seguidos, o time da Grande Florianópolis almeja encontrar novamente o caminho do título na edição 2017. A equipe foi bicampeã ao vencer as competições em 2013 e 2014, mas vem de duas edições seguidas em segundo lugar após derrota para o Timbó Rex.

Confira a classificação do campeonato catarinense



O primeiro desafio dos Istepôs é neste sábado (8), no campo do Colégio Forquilhão, em São José. A partida acontecerá às 14h30 e o adversário é um estreante em competições estaduais: o Itajaí Dockers.

— Nós estamos numa fase de reconstrução. Vamos utilizar muitos jogadores ainda em desenvolvimento e muito novatos em campo ao longo da temporada. O nosso projeto prevê que tenhamos um time competitivo em alto nível novamente, somente em 2019 — declarou o head coach Ernâni Costa Valerio.

Para a 12ª edição da competição, o segredo é se adaptar com as mudanças e perdas sofridas nos últimos meses. Alguns nomes migraram para os Dockers, Juventude e Santa Maria Soldiers.

— O principal desafio é entrosar a defesa como era ano passado. Temos muitos jogadores que já são veteranos, mas nunca jogaram nas posições que estão hoje — disse o coordenador defensivo Francisco de Bem.

No ataque, o sentimento é parecido, segundo o coordenador ofensivo Petherson Silveira.

— A meta do ataque é formar uma identidade e buscar entrosamento, pois perdemos os três principais jogadores ofensivos no final do ano passado. Com isso, temos muitos novatos e jogadores com pouca experiência. Com exceção da maioria da linha ofensiva, tivemos que reconstruir todo nosso ataque. Felizmente ganhamos alguns reforços, com a volta de alguns veteranos, o que irá nos ajudar nessa transição — contou.

Um dos reforços da equipe josefense é o quarterback Bruno “Pezão” Siqueira, que retorna ao time após ter se ausentado na temporada de 2016 por motivos pessoais.

— Me sinto feliz em poder estar jogando novamente o esporte que gosto e ajudar meus amigos em campo. O principal desafio sábado será os Dockers: time com ótimos jogadores e um técnico muito bom — comentou.

Na partida de sábado, o Istepôs irá reencontrar o antecessor de Siqueira no comando do ataque, o quarterback Igor Clemes.

— O principal desafio será parar o Igor e o estilo de jogo improvisado dele. Nós teremos que ir mudando a defesa ao longo do jogo para parar as improvisações do Igor — disse de Bem.

A partida terá transmissão ao vivo pela página de Facebook da Federação Catarinense de Futebol Americano (FCFA). Para este ano, a entidade preparou uma cobertura especial das partidas, com a transmissão ao vivo, narrador e comentarista do esporte e distribuição de prêmios.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment