São Paulo Monsters conquista virada surpreendente no overtime contra o São Caetano Blue Birds

São Paulo Monsters ainda sonha com vaga aos playoffs da FFC. Foto: Valentina Pulgarín

Neste domingo (6), a Freedom Four Cup (FFC) começou com a disputa entre São Paulo Monsters e São Caetano Blue Birds, no relvado do no Clube de Campo do Palmeiras, em São Paulo. Os Monsters conquistaram uma vitória suada no orvertime por 15-14.

Confira a classificação da Freedom Four Cup

Na disputa contra o São Caetano, os Monsters abriram o placar com um safety, ainda no início do jogo. A partir dali, as duas defesas trabalharam bem e seguraram o ataque adversário. O primeiro touchdown do duelo veio com o running back dos Monsters, Jhonathan Castro. A equipe optou por uma conversão de dois pontos, que não foi bem sucedida, estabilizando o placar em 8 a 0.



O jogo continuou disputado e sem mudanças na pontuação até o último quarto, quando o quarterback Eduardo Caboclo, dos Birds, surpreendeu com um passe para o wide receiver Rodrigo Garrito. Na situação, o extra point não era interessante para equipe do ABC, que, sob pressão, conquistou uma conversão de dois pontos com seu quarterback e empatou o confronto.

Tudo igual no último quarto, e as equipes seguiram para o overtime. Após uma interceptação realizada pelo defensive back Kleber Feitosa, dos Blue Birds, o jogo parecia revelar que os atletas dos Monsters tinham ficado muito abalados com os últimos acontecimentos do confronto. Diferente do tempo regular, os ataques é que garantiram o espetáculo a partir dali. O wide receiver do São Caetano, Victor Martins, pareceu selar o destino da partida ao garantir o touchdown de sua equipe. Contudo, uma tentativa mal sucedida de conversão de dois pontos, seria decisiva.

Na tentativa sequente dos Monsters, o wide receiver Victor Brasileiro garantiu surpreendentemente o TD de sua equipe, que, por sua vez, não falhou no extra point, com o kicker Antonio Junior. Final 15-14.

Para o MVP dos Monsters, o defensive line Denis Barbosa, a força de vontade e confiança foram diferenciais na vitória.

— Entrei acordado, vivo, pronto para dar o máximo em cada jogada. Não estávamos ansiosos, estávamos determinados. E essa determinação estava estampada na jersey de cada um. Mas não nas costas, onde tem o nome, e sim no peito onde está escrito São Paulo Monsters. É isso que me motiva, jogar ao lado da minha família, dos meus irmãos. Tenho muita honra de ter sido escolhido como MVP. Foi um reconhecimento dos meus parceiros, que me viram hoje dar tudo que eu tinha em campo. E é com essa ideia que o Monsters vai para o próximo jogo: 100% do começo ao fim — declarou.

A equipe fez sua segunda partida no torneio, uma campanha que conta com uma derrota e uma vitória. O próximo confronto será no dia 27 de novembro contra o Palmeiras Locomotives (2-0) – líder da competição. Já o São caetano Blue Birds  (0-1) enfrentará, neste domingo (13), o São Paulo Spartans (0-1), ambos ainda sem vitórias na FFC.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment