Sergipe Redentores anuncia saída da Superliga Nacional

Restando exatamente um mês para o início da Conferência Nordeste de futebol americano, o Sergipe Redentores anunciou, nesta quinta-feira (9), a sua desistência do torneio. Em nota oficial, o clube de Aracaju justificou a falta de apoio, perca abrupta de patrocínio e, consequentemente, recursos para arcar com as despesas geradas pela participação na competição.

Confira o chaveamento da Superliga Nacional

No ano passado, o Blog Touchdown já havia feito um diagnóstico sobre os motivos que levaram o antigo Sergipe Bravos a fracassar na Superliga Nordeste de 2015. Fatores como falta de estádio, limitação de jogadores e falta de patrocínios foram as principais causas para a baixa na competição – perdeu todos os cinco jogos que disputou.

Saiba mais sobre o diagnóstico do Sergipe Bravos em 2015

Em 2016, porém, com a unificação com o Aracaju Imortais, uma esperança se revelou para o time e os fãs da bola oval no Estado. Infelizmente, os mesmos problemas persistiram e levaram à desistência.

— Poderia perder tempo lamentando, ou buscando culpados. Mas tenho certeza que provações como essas é que contribuem para o nosso amadurecimento. Difícil, dolorido, mas necessário. A pancada que poderia ser desestimulante, só fez me jogar mais à frente ainda. Que sigam os trabalhos. Muito trabalho até 2017 chegar, disse o head coach da equipe — Danilo de Campos.

Texto de Haim Ferreira/Blog Touchdown do Jornal do Commercio

Leia a nota dos redentores sobre a decisão de sair do certame

“A Associação Desportiva Sergipe Redentores vem a público informar que não disputará a Superliga Nordeste de Futebol Americano, nem qualquer outra competição no ano de 2016.

Devido à falta de apoio, perca abrupta de patrocínio e consequentemente recursos para arcar com as despesas geradas pela participação na competição, a diretoria da associação entrou em contato com os gestores da LINEFA – Liga Nordestina de Futebol Americano –, informando que para evitar possíveis WOs, transtornos e custos que colocassem em risco a continuidade da associação, a equipe estaria se retirando da Superliga.

Em paralelo, foi realizada uma solicitação para que a equipe pudesse disputar a Liga Nordeste em 2016. Por se tratar de uma liga de acesso, com viagens mais curtas que estaria ao alcance do orçamento que a equipe teria para o corrente ano, porém em uma decisão unânime dos gestores da Liga Nordeste, a solicitação foi negada sob argumentos que não cabe a nós julgarmos, mas sim tentar entender. Nós que integramos o Sergipe Redentores, acreditamos que o Futebol Americano no Nordeste se tornou referência dentro e fora de campo, justamente por sempre terem equipes com o mesmo pensamento: Fomentar o esporte de maneira generalizada.

Pedimos desculpas a todos que criaram expectativas sobre a nossa equipe, e pela decisão tomada em pouco mais de um mês para o início da temporada. Esta decisão não foi fácil, mas necessária.

Nosso projeto foi criado com o intuito de unir o futebol americano em Sergipe. E conseguiu. Seguiremos trabalhando duro, e no próximo ano ergueremos novamente a bandeira do nosso Estado por onde passarmos.

Não mudaremos a nossa forma de pensar e lutar pelo futebol americano.

Até breve…”

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment