Velhos conhecidos ficarão frente-a-frente no duelo entre América Locomotiva e Nova Serrana Forgeds

Promovido ao roster principal do América Locomotiva, Enzo enfrentará velhos parceiros. Foto Panda Mourão

Com 12 anos de história, o América Locomotiva chega em mais uma semifinal no campeonato mineiro. Detentor de três títulos, a equipe busca sua quarta participação no Minas Bowl. Além disso, o jogo tem um toque especial, pois o Nova Serrana Forgeds tem quatro jogadores que atuaram pelo time da capital. Metzker, Moacir, Renan, Thiago Monteiro e Júlio que hoje compõe o roster, são ex-atletas do então Minas Locomotiva. Ainda mais, apesar de ser o primeiro confronto entre as equipes principais, vários jogadores do plantel varsity do Locomotiva que disputaram a Copa Ouro já jogaram contra os Forgeds.

Saiba como estão os playoffs do campeonato mineiro

No confronto válido pela Copa Ouro, o Locomotiva venceu a partida por 25 a 12 e se sagrou campeão da primeira edição do torneio. Hoje, no time principal, 19 jogadores que estavam nesse jogo terão a oportunidade de mais uma vez enfrentar o agora amadurecido time nova-serranense.

— Jogar no Locomotiva pelo time de desenvolvimento e logo em seguida estar no principal até hoje é uma emoção inexplicável. Enfrentar o Nova Serrana com amigos do outro lado, será uma experiência sem igual. A força deles de não desistir é muito forte! Minha expectativa para esse confronto é que seja um jogo com muitas jogadas espetaculares e para o público o mais emocionante possível — comentou o defensive line Matheus Nunes, que jogou a Copa Ouro e faz parte do elenco no mineiro.

Para o jovem signal caller Gustavo Peixoto, o Locomotiva tem a vantagem de conhecer um pouco mais sobre o time, pois, jogaram contra eles em janeiro. Isso não significa uma preparação menor.

— Os dois times com certeza evoluíram muito nessa pré-temporada. Nosso playbook mudou, com certeza eles implementaram coisas novas, assim como nós. Do Locomotiva 2 para o time de elite muda muito, é claro, tanto na tática quanto na técnica. Apesar de vários companheiros de time terem subido, é um time, uma dinâmica, um jogo diferente. Estamos preparados e animados para semifinal, e tenho certeza que será um grande jogo. Assim como foi o de janeiro, pelo Locomotiva 2 na Copa Ouro. Na oportunidade nós fomos campeões, e domingo, a gente espera honrar a camisa garantindo a vaga para final — disse.

Segundo o coordenador ofensivo do Locomotiva, Jonas Faccion, o time terá um desafio muito interessante pela frente.

— Nossa expectativa é sempre fazer o nosso melhor e, como sempre digo ao time todo, buscar a execução perfeita e a maior intensidade possível. Essas são as palavras-chave para chegarmos à quarta final invicta no campeonato mineiro — comentou.

O time visitante, criado em agosto de 2015, foi fundado depois de uma postagem no Facebook que reuniu alguns amigos e outros desconhecidos da cidade. Depois de alguns treinos em um campo society de um sítio, o time começou a crescer e começou a disputar amistosos no pads, categoria que permaneceu até meados de 2017, quando se tornou full pads e participou da primeira edição da Copa Ouro, onde terminou em terceiro lugar. Hoje, mais desenvolvido, enfrentará seu maior desafio, o tricampeão mineiro na semifinal.

O jogo será esse domingo (17), no Sesc Venda Nova, em Belo Horizonte. Os portões abrirão 8h e o jogo se inicia às 10h. A entrada é gratuita. Crianças devem portar seu documento de identidade e, caso não estejam acompanhadas dos pais, devem portar declaração do responsável.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment