Bertoja acerta winning kick que dá o título para o Curitiba Silverhawks no BFA Feminino

Curitiba Silverhawks comemora título nacional de forma invicta. Foto Vinícius Basso/FA Paranaense/Futebol Americano Brasil

O Curitiba Silverhawks entra para a lista de campeões nacionais, que conta com Rio de Janeiro Cariocas e Sinop Coyotes. No sábado (30), as Hawks colocaram a bandeira do Paraná no topo do Brasil Futebol Americano Feminino ao bater o Bangu Castores por 21 a 20, de virada. A placekicker Joceli Bertoja foi decisiva no special team para garantir a conquista brasileira. O evento foi disputado no Croco Stadium, em Curitiba.

Saiba como foi a temporada 2019 do BFA Feminino

As visitantes mostraram serviço no arranque da partida, quando a halfback #32 Mariana Teixeira encontrou espaços no front rival e percorreu 51yd para touchdown. O special team do Rio de Janeiro desperdiçou o try de dois pontos, que seria crucial no encerramento do encontro.

Ao longo do primeiro tempo, ambos os programas tiveram dificuldades para produzir no relvado. As unidades de defesa trataram de segurar o ímpeto para manter inalterado o placar. Próximo do final do segundo período, as Castores estiveram a 4yd da goal line, mas o mal gerenciamento do relógio impediu a oportunidade de ampliar o marcador. 0-6.

Na etapa complementar, o mesmo cenário voltou a repetir parcialmente: no primeiro drive, a signal caller #9 Larissa Giustti conectou Teixeira em um lançamento de 69yd para touchdown. Desta vez, a fullback #22 Vanessa Yorio chegou a endzone para conversão do try de dois pontos.

Para piorar a reação das Silverhawks, Teixeira interceptou a quarterback #12 Ester Alencar. O turnover foi capitalizado com uma corrida de 44yd de Teixeira. Novamente o special team não acertou o try.

Com três posses de bola no revés, as donas da casa iniciaram a campanha de comprometimento. Alencar tratou de encontrar a sua main target, a wide receiver #13 Suzane Lustosa, que ainda venceu tackles antes de adentrar a meta adversária. A placekicker #76 Joceli Bertoja conferiu o PAT.

No andamento do último período, a defesa de Curitiba tratou de dominar as ações do Rio de Janeiro, que sentia o cansaço da viagem e o game plan terrestre. Com vantagem no fôlego, a dupla Alencar-Lustosa descontou com o segundo touchdown das mandantes. Bertoja acertou o extra point para deixar a diferença em apenas uma posse, em pouco menos de oito minutos a serem jogados.

Perto do two minute warning, a halfback #19 Maria Gabriela Scherner liderou a unidade de ataque das Silverhawks em um drive de 36yd que colocou o time a 1 jarda do gol. Alencar deixou a goal line formation rival honesta ao sair do gun para undercenter e executar o QB sneak para touchdown. Bertoja virou o jogo com o arremate de bonificação.

As Castores ainda tiveram a chance de voltar a liderar o placar, mas problemas de penalidades minaram a campanha até o encerramento do jogo para celebração da torcida local. Final 21-20 e título do Curitiba Silverhawks.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment