Braga Black Knights vira contra Évora Eagles e mantém viva a chance de avançar à final do CNFA

Com duas big plays, o Braga Black Knights derrotou o rival do Alentejo. Foto Inês Teixeira

No jogo único da semana 2 do Campeonato Nacional de Futebol Americano (CNFA), o Braga Black Knights recebeu o Évora Eagles, na noite de sábado (23), no Campo Mata da Ordem, em Braga. O jogo marcou o encontro de dois programas que arrancaram com derrota no certame português. Os Knights venceram o rival do Alentejo por 14 a 8 de virada.

Confira a classificação do Campeonato Nacional

O duelo mostrou-se mais favorável as ambas unidades de defesas, que sobrepujaram as ações dos ataques com forçamento de tackles for loss, sacks e desvios de passe no jogo aéreo durante todo o primeiro quarto

No segundo período, os Eagles ameaçaram a meta dos Knights ao visitar a redzone pela primeira vez no duelo. O roster de Évora capitalizou o drive em um QB sneak executado pelo signal caller #9 Marcos Barral. O backup quarterback #6 Miguel Varela majorou com o 2pts conversion.

Os Eagles por detalhe não conseguiram ampliar o marcador. O middle linebacker #45 David Vieira interceptou o quarterback #40 Manuel dos Santos e retornou para pick six. Porém, um ilegal block in the back anulou a jogada.

A resposta dos mandantes foi imediata. Antes do término do primeiro tempo, Braga descontou no placar. O quarterback Santos encontrou o split end #21 André Vilaça em uma big play de aproximadamente 60yd para touchdown. O ball carrier ainda venceu dois tackles antes de ultrapassar a goal line. O special team falhou na conversão dos dois pontos. 6-8.

— O lance saiu perfeito, exactamente como a gente tem vindo a fazer nos treinos. Foi um passe over the shoulder a fugir do cornerback. Manuel sabia que eu iria lá estar. Depois que peguei a bola eu sabia que era rápido o suficiente para fugir do corner. No entanto, também sabia que o safety viria no auxílio, daí quando ele aproxima eu passo a bola para o braço de fora e com um stiff arm impeço ele de me pegar. Aí a experiência ajudou né, um safety mais experiente teria tentado me placar baixo. Ainda me assustei um pouco pois ele caiu sobre meu pé direito, pensei que mesmo no chão iria me agarrar, mas felizmente consegui tirar o pé a tempo e fugir. Depois que ficou para terás foi só continuar correndo para a endzone. Esse touchdown veio na melhor altura, fomos para o intervalo com ânimo crescente — explicou Vilaça.

Na etapa complementar, a partida voltou a ficar renhida e com o acréscimo de excesso de faltas pelos dois lados da bola. O prosseguimento do jogo ficou truncado e com poucas chances de mudar de cenário.

Com mais 12 minutos a serem jogados, os Eagles visitaram a redzone dos mandates pela segunda vez. Entretanto, a defesa local forçou o turnover on downs para impedir a ampliação da diferença.

O duelo se aproximava dos instantes finais, a pouco mais de 30 segundos do fim, quando a dupla Santos-Vilaça, em nova big play, desta oportunidade em uma conexão de 36yd, virou o score com o segundo touchdown do time do Minho. O próprio Santos aproveitou a brecha aberta no A gap para marcar o try. Final 14-8.

— Perdemos nos últimos segundos, devido à falta de experiência em entrar em vantagem no último momento decisivo — comentou o head coach dos Eagles, Yoann Crochet.

O resultado coloca o Braga Black Knights na terceira colocação com campanha 1-1. O time volta ao relvado no dia 17 de março, quando visita a Capital para defrontar o Lisboa Navigators (1-0), no estádio José Ramos. O encontro pode definirá o primeiro finalista do certame lusitano.

— Para os Navs vamos mais cautelosos, pois, ficamos surpreendidos com a qualidade dos times que defrontamos. Vamos continuar a preparar o jogo e vamos entrar confiantes sem deixar de perder o respeito que temos pelo adversário. Somos a equipa mais experiente e agora que provamos o sabor da vitória estamos querendo mais — finalizou Vilaça.

Por outro lado, o Évora Eagles segue na última posição com 0-2 e sem chances de chegar aos playoffs da competição. A equipe encerra a participação no dia 6 de abril, quando recebe os Navigators, no estádio Sanches de Miranda, em Évora.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment