Canoas Bulls passa pelo Porto Alegre Gorillas na estreia do BFA 2

Torres no primeiro touchdown do Canoas Bulls na partida. Imagem ContraCena/Reprodução/Futebol Americano Brasil

Fora o caso julgado pela Comissão Disciplinar no episódio que decretou o walkover contra o Erechim Coroados pelo Campeonato Gaúcho de Futebol Americano, o programa do Canoas Bulls ainda não sabe o que é perder em campo na temporada 2019. Na tarde deste sábado (10), os Touros Vermelhos bateram o Porto Alegre Gorillas pelo placar de 24 a 7. O evento foi disputado no Parque Esportivo da Pucrs, em Porto Alegre, em jogo válido pela semana 5 do Brasil Futebol Americano 2 (BFA 2). A partida também marcou a esteia da Manada no certame nacional.

Confira a classificação do BFA 2

O confronto mostrou que seria favorável aos visitantes logo no arranque. Em retorno de kickoff de 88yd, Douglas Torres encontrou a raia certa para chegar ileso no outro lado do relvado para anotar o touchdown. O placekicker #88 Vinícius Lemos completou com o PAT.

Os Gorillas tentaram responder no terceiro drive do jogo, quando o punt retuner #19 Thiago Braga acreditou no lance, executou jukes para vencer cinco tackles, percorreu 62yd para chegar até a endzone. Porém, um ilegal block in the back por um upback anulou a pontuação. A campanha ainda foi finalizada com um arremate sem sucesso de field goal de 33yd do kicker #17 Eduardo Possebon.

Durante o segundo período, as unidades de defesa trataram de manter a falta de produção dos ataques e o primeiro tempo não teve o placar inalterado. 0-7.

No segundo tempo, os mandantes puderam celebrar o touchdown. O signal caller #5 Pietro Balzano aproveitou a falta de marcação no em Braga – posicionado como halfback – para conectar na flat um passe de 4yd para touchdown. Possebon empatou o duelo com o extra point.

Sem muito para comemorar, os Bulls trataram de voltar a liderança no marcador, quando o quarterback #25 Antonio Paz encontrou o tight end #86 Ricardo Furtado em um passe de 16yd na seam route para touchdown. Lemos ampliou a vantagem com o arremate de bonificação.

No prosseguimento do derradeiro perído, Balzano foi orientado a buscar a deep zone. As play calls não surtiram efeito. O quarterback ainda foi interceptado quando se aproximava da redzone de Canoas. O turnover ainda foi capitalizado com um field goal de 25yd de Lemos.

Para piorar o cenário dos porto-alegrenses, Balzano foi novamente interceptado, desta vez, por Torres – em posição de safety – para retornar 80yd e anotar a pick six. Lemos sacramentou o triunfo com o PAT. Final 7-24.

— Nossa defesa foi novamente primordial, cedendo poucos pontos ao adversário e conseguindo neutralizar as principais armas dos Gorillas. O ataque demorou um pouco a encaixar, no primeiro tempo da partida. Não conseguimos grandes avanços, utilizamos muito bem o intervalo para corrigir alguns problemas. No segundo tempo conseguimos impor nosso jogo e ter bons avanços para pontuações — analisou o coach dos Bulls, Douglas Martins.

Seguir o processo iniciado pelo head coach Wesley Mota foi um ponto-chave para triunfar neste começo de segundo semestre.

— Confiamos demais no trabalho iniciado pelo Wesley Mota, sabemos de nossas qualidades e onde podemos chegar. Obviamente houve um desânimo do grupo após o episódio no Campeonato Gaúcho, mas isso já é passado e estamos focados para manter este ritmo de vitórias — comentou Martins.

O resultado coloca o Canoas Bulls na liderança da Conferência Sul com campanha de 1-0, ao lado de Armada Lions Futebol Americano e Curitiba Brown Spiders. O time volta a campo no dia 24 de agosto, quando recebe o Santa Cruz Chacais (0-2), no Campo do Nacional, em São Leopoldo.

Já o Porto Alegre Gorillas cai para a quarta posição do Sul com recorde de 1-1. O elenco púrpura tentará a reabilitação no dia 21 de setembro, quando se desloca a Serra Gaúcha para enfrentar o Juventude (0-0).

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment