May 21, 2022
IFAF logo Futebol Americano Brasil

Confira o Livro de Regras e Interpretações do futebol americano pela IFAF edição 2022

Tempo aproximado de leitura:1 minutos, 50 segundos

O Futebol Americano Brasil teve acesso a edição 2022 do Livro de Regras e Interpretações da International Federation of American Football (IFAF) e disponibiliza para o público em geral. As regras adotadas pela entidade são integradas aos certames disputados no Brasil e Portugal, assim como no resto do mundo.

Conheça os sinais oficiais e suplementares do futebol americano

A Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA) e a Associação Nacional de Árbitros de Futebol Americano do Brasil (Anafab) divulgam conjuntamente o Livro de Regras do Futebol Americano em sua versão para 2022 e traduzido em português do Brasil.

De acordo com Daniel Vasques, responsável pela tradução, a IFAF tentou reescrever o livro de regras num gênero neutro e, para facilitar na tradução para o português, artigos femininos são utilizados em vários momentos do livro, mas as regras valem da mesma forma para participantes do sexo feminino e masculino.

— Substituir palavras masculinas por palavras sem gênero definido, é um pouco mais fácil em inglês. Receiver, quarterback, player, snapper, coach e tantas outras palavras em inglês são usadas tanto pro masculino quanto pro feminino. E mesmo assim, o livro da IFAF ficou cheio de he/she, him/her e afins. Pra fazer isso em português a confusão seria muito grande — disse.

Ele completa.

— Uma frase simples como ‘O carregador da bola ou o passador pode usar sua mão ou braço para evitar ou empurrar adversários.’ Ficaria: ‘O(A) carregador(a) da bola ou o(a) passador(a) pode usar mão ou braço para evitar ou empurrar adversários(as)’. Imagina esse padrão por todo o livro? A confusão seria muito maior do que a vantagem de atender ao gênero feminino.

Daniel Vasques ressalta também a importância da representatividade das mulheres ao aplicar esse modelo de escrita.

— Você pode se perguntar se isso não é bobagem, ou um gesto insignificante. Mas antes disso, pergunte a uma mulher o que ela acha. Mostre o livro desse ano a uma mulher e veja a reação dela. Se 99% das mulheres forem indiferentes mas pelo menos 1% se sentirem representadas, todo o esforço já valeu muito a pena. E esse é um mínimo esforço que pode ser feito na luta pela igualdade — finalizou.

Sobre o autor

Henrique Riffel

Jornalista e editor-chefe do Futebol Americano Brasil. Pós-graduado em Jornalismo Digital pela Famecos/PUCRS. Ex-colaborador do Pro Football e American Football International. Antigo produtor multimídia do Locast Project do MIT/EUA
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *