Cuiabá Arsenal comemora sequência de dez vitórias na temporada 2016

#24 Joshen atua como head coach, na unidade de ataque e defesa do Cuiabá Arsenal. Foto Junior Martins/Arsenal

No ano festivo do Cuiabá Arsenal, quando celebra dez anos de existência em 2016, também festeja uma sequência de dez jogos com dez vitórias. Foram cinco partidas vencidas pelo campeonato mato-grossense e outras cinco pela Superliga Nacional. Com 431 pontos marcados, 125 sofridos e saldo positivo de 306 pontos. E o próximo desafio será dia 8 de outubro, em Goiás.

Confira a classificação da Superliga Nacional

Saiba como foi a temporada 2016 do campeonato mato-grossense

Para a comissão técnica, formada pelo técnico americano Kenneth Joshen, o coordenador de ataque Victor Cohen e o coordenador de defesa Igor Mota, o segredo está no trabalho duro realizado em equipe. Segundo eles, os 83 atletas do time principal e outros 60 de apoio fazem quatro treinos de campo por semana, preparação física diária e estudo estratégico semanal. Com essa considerável quantia de treinos, conseguem executar com eficiência todas as jogadas ensaiadas.

— Todos sacrificaram muito para alcançar o resultado atual. O período de treinos deste ano teve início em fevereiro. Foram muitas horas de treino para preparar o grupo. E temos bom apoio da diretoria, das famílias dos atletas, de empresários patrocinadores e de Deus. Este último olha por nós. Nosso grupo está com saúde, entrosado, focado no campeonato e com vontade de ser novamente campeão brasileiro. Acreditamos no trabalho duro para obter isso — disse Joshen.

A hegemonia no Mato Grosso

Na segunda edição do certame estadual, de abril a junho, o Arsenal conquistou as cinco primeiras vitórias. Venceu o Tangará Taurus, em 16 de abril, no Estádio Mané Garrincha, em Tangará da Serra, com placar de 76 a zero. Depois ganhou do Rondonópolis Hawks, em 07 de maio, no Miniestádio do Pró-Sol, em Cuiabá, por 60 a 13. Logo após, superou o Sorriso Hornets, 14 de maio, no Miniestádio do Pró-Sol, por 49 a três. E fechou a fase classificatória sobre o Sinop Coyotes, em 21 de maio, no Estádio Gigante do Norte, em Sinop, por placar de 48 a 13.

Na fase final, o Arsenal confrontou os Coyotes pelo título estadual, em 11 de junho, no Estádio Municipal Márcio Cassiano, em Jaciara. Jogo com seis touchdowns do quarterback Marcelo Roversi, quatro corridas com o running back Brandon ‘The Rocket’ Watkins, uma corrida com o fullback Andrei Vargas e outra com o fullback Donaldo Tukura. Mais quatro pontos extras do kicker Raulin Leal e conversão de dois com Gustavo Mogiano. E Arsenal vence por 42 a 34.

A luta pelo tricampeonato brasileiro

Na Superliga, que ocorre de julho a dezembro de 2016, o Arsenal venceu cinco dos seis jogos da etapa classificatória. Ainda falta jogar contra o Goiânia Rednecks, em 8 de outubro, às 18h, no campo do Sesi Ferreira Pacheco, em Goiânia (GO), mas já está classificado para os playoffs. Nela, nos playoffs, terá que ganhar mais quatro partidas para subir ao topo do pódio e se tornar o primeiro tricampeão brasileiro.

No certame nacional, venceu o Corinthians Steamrollers, em 9 de julho, na Arena Pantanal, em Cuiabá, na frente de 11.798 torcedores e placar de 26 a sete. Ganhou do Campo Grande Predadores, em 7 de agosto, no Estádio Jacques da Luz, em Campo Grande, por 30 a 14. Superou o Lusa Lions, em 20 de agosto, na Arena Pantanal, por 31 a 14. Em seguida, venceu o São Paulo Storm, em 3 de setembro, no Estádio do Canindé, em São Paulo, por 39 a 14. E, por último, venceu os Tubarões do Cerrado, em 24 de setembro, no Estádio Rogério Jesus de Almeida, em Nossa Senhora do Livramento, por 30 a 13.

As dez vitórias em sequência já não valem mais

O Cuiabá Arsenal está classificado para os playoffs da Superliga com direito de mando de campo nas oitavas e nas quartas de final. E, se vencer a próxima e última partida da fase classificatória, também terá direito de sediar a semifinal, dependendo de alguns resultados de outros times do Sul. Caso o adversário da semifinal não esteja invicto, como está o Arsenal, então o time mato-grossense sediará a semifinal. Matemáticas à parte, o Arsenal precisa de mais cinco vitórias para se consagrar tricampeão brasileiro.

Texto: Junior Martins/Arsenal

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment