August 2, 2021
Vista superior do projeto da Fepafa para o complexo. Arte FP2 Engenharia/Divulgação/Futebol Americano Brasil

De atendimento pelo SUS a lobby para atrair a NFL, as ousadas metas da Fepafa para o complexo de futebol americano em São Paulo

Tempo aproximado de leitura:1 minutos, 46 segundos

Vista superior do projeto da Fepafa para o complexo. Arte FP2 Engenharia/Divulgação/Futebol Americano Brasil

Com Leonardo Oberherr

Ricardo Trigo é uma pessoa que não poupa palavras para descrever suas metas. De personalidade forte, o dirigente da Federação Paulista de Futebol Americano (Fepafa) e Corinthians Steamrollers contou ao Futebol Americano Brasil suas ousadas ambições sobre o empreendimento do complexo esportivo dedicado ao futebol americano na cidade de São Paulo.

Saiba como foi a temporada 2019 da SPFL

Os planos do mandatário com a construção do campo para o futebol americano e flag football vão desde a realização de eventos a baixo custo aos programas paulistas, passando pelo atendimento clínico aos jogadores via Sistema Único de Saúde (SUS) com o apoio de universidades paulistanas, um local para o hall da fama direcionado a personalidades locais e nacionais que ajudaram na promoção do desporto no País, a promoção do projeto Touchdown do Futuro dedicado a comunidade local em estado de vulnerabilidade social, além da criação de um lobby para atrair a atenção da National Football League (NFL) a trazer um jogo à capital de São Paulo.

Ao todo, para deixar o complexo completo, o investimento gira em torno de R$ 4 milhões. A Fepafa já conseguiu R$ 1 milhão através de uma ementa parlamentar liberada pelo deputado federal Alexandre Frota (PSDB/SP). De acordo com Trigo, o valor será destinado primeiramente a execução do campo principal. Os outros 75% dos fundos deverão ser financiados pela iniciativa pública ou privada, ainda incerto no futuro do empreendimento. Entretanto, caso o recurso não chegue, o dirigente se comprometeu a aplicar o dinheiro do próprio bolso.

As obras serão realizadas pela construtora FP2 Engenharia e a expectativa é que o complexo seja finalizado ao longo de 2022. É aguardada a construção de uma arquibancada para receber aproximadamente 3 mil fãs, mas com possibilidade de ser ampliada a 11 mil expectadores, caso o mercado local aumente o consumo e aponte a esta direção. Juntamente com o relvado sintético para a modalidade tackle e dois campos para o flag.

Confira a entrevista na íntegra

Sobre o autor

Henrique Riffel

Jornalista e editor-chefe do Futebol Americano Brasil. Pós-graduado em Jornalismo Digital pela Famecos/PUCRS. Ex-colaborador do Pro Football e American Football International. Antigo produtor multimídia do Locast Project do MIT/EUA
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *