Durval Neto assina com o Miami Dolphins e se torna o primeiro brasileiro não placekicker a ingressar na NFL

Neto durante o Pro Day em Tampa antes de assinar com o Miami Dolphins. Foto NFL/Divulgação/Futebol Americano Brasil

Nesta segunda-feira (8), o ex-defensive tackle do Cuiabá ArsenalGalo Futebol Americano e Brasil Onças, Durval Queiroz Neto, assinou contrato com o Miami Dolphins e se torna o primeiro brasileiro a ingressar na National Football League (NFL) tendo iniciado a carreira no Brasil.

Saiba como foi a temporada 2018 do BFA

Para chegar até aos Estados Unidos, Neto contou com o auxílio do olheiro da NFL, o americano Kenneth Joshen. O brasileiro ingressou no International Player Pathway Program, que seleciona jogadores internacionais para tentar uma chance de assinar com uma das 32 franquias do principal certame norte-americano, e treinou na IMG Academy, em Brandeton, na Florida.

Nas últimas atividades, realizadas no dia 1º de abril, Neto conquistou bons números nos principais testes nas instalações de treinamento do Tampa Bay Buccaneers durante o Pro Day, onde anotou os tempos 5 segundos no 40yd dash, 4.5 segundos no 20yd shuttle e de 7.09 segundos no 3 cone drill. Neste último, o resultado o colocaria entre 1% de melhores desempenhos no NFL Combine para a posição de tackle desde 1999, ficando somente atrás do 1x All-Pro, 4x Pro-Bowl e campeão do Super Bowl LII pelo Philadelphia Eagles, Fetcher Cox, segundo apurou o Pro Football.

Neto assinou um acordo para entrar no 90-man roster dos Dolphins como free agent. O brasileiro terá a oportunidade de tentar a vaga no plantel definitivo de 53 jogadores durante o training camp para atuar na temporada regular, ou permanecer no practice squad e ser acionado a qualquer instante quando o head coach Brian Flores necessitar.

— Quero agradecer à Deus por ter cuidado de todos os detalhes e colocados as pessoas certas na minha vida durante essa jornada — escreveu Neto em sua conta pessoal no Instagram.

Caso entre na lista de corte dos Dolphins no training camp, o defensive tackle pode pedir para ser elegível como jogador internacional no practice squad, o que permitiria a Miami ter 11 jogadores, em vez dos dez atletas via de regra. Desta forma, ele poderá participar de todos os treinos e reuniões do time por um período de dois anos, sem poder ser cortado ou ser chamado para o elenco principal.

Ademais, Durval Neto é o quarto brasileiro a entrar na NFL e o primeiro não placekicker. Tony DiRienzo participou de camps com San Diego Chargers (1976), Pittsburgh Steelers (1977), New England Patriots (1978) e Green Bay Packers (1979) – confira a história de diRienzo no Pro Football –  Maikon Bonani esteve presente na offseason do Tennessee Titans (2013-2014) e Cairo Santos jogou pelo Kansas City Chiefs (2014-2017), Chicago Bears (2017), New York Jets (2018), Los Angeles Rams (2018) e atualmente defende as cores do Tampa Bay Buccaneers (2018-até o momento).

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

COMMENTS

Leave a Comment