Durval Neto poderá receber até US$ 278,8 mil pelo Miami Dolphins, entenda o caso

O salário semanal de um jogador do practice squad em 2019 é de US$ 8 mil. Foto Arquivo pessoal/Futebol Americano Brasil

Após a assinatura de contrato para ingressar no Miami Dolphins, realizada nesta segunda-feira (8), o defensive tackle Durval Queiroz Neto pode ganhar até US$ 278,8 mil em dois anos na National Football League (NFL), caso não entre no 53-man roster.

Saiba como foi a temporada 2018 do BFA

O brasileiro entrou na principal competição de futebol americano do mundo pelo International Player Pathway Program. Neto terá a oportunidade de mostrar o talento e tentar entrar no 53-man active roster, jogar a temporada regular e ampliar o salário. Porém, caso não consiga e entre na lista de corte, o defensive tackle terá a chance de ser listado como 11º jogador do practice squad, uma vez que a regra na NFL permite um estrangeiro no grupo vindo do International Player Pathway Program.

Aí que entra a conta de US$ 278,8 mil. Em 2019, o salário mínimo para um jogador do practice squad por semana, segundo o Collective Bargaining Agreement entre a NFL e a NFL Players Association é de US$ 8 mil. Caso o Miami Dolphins não vá aos playoffs, Neto poderá ganhar cerca de US$ 136 mil no primeiro ano de arranque.

Em 2020, o brasileiro poderá ter a segunda chance de ingressar no plantel principal dos Dolphins. Contudo, se for novamente cortado e siga o processo de 2019, o salário semanal passa a ser US$ 8,4 mil. Se Miami novamente não for à pós-temporada, serão creditados na conta de Neto US$ 142,8 mil.

Ou seja, Neto poderá ter rendimentos de US$ 278,8 mil em dois anos de NFL. A cotação do dólar nesta segunda-feira é de aproximadamente R$ 3,85. Sem a volatilidade da divisa americana até o final do contrato em 2021, o defensive tackle brasileiro irá faturar cerca de R$ 1.073.380,00.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment