Em duelo de viradas, o Cascais Crusaders encerra a invencibilidade do Porto Mutts na LPFA

Manuel foi peça-chave no triunfo do Cascais Crusaders na etapa complementar. Foto Margarida Cautela/Line Up Network

Na tarde deste sábado (18), o Cascais Crusaders encarou o Porto Mutts pela semana 4 da Liga Portuguesa de Futebol Americano (LPFA). O evento realizado no Campo das Fontaínhas, em Cascais, terminou favorável ao roster dos Crusaders, que venceu o atual vice-campeão pelo placar de 31 a 27, em um duelo de quatro viradas de placar. O encontro também marcou o embate de #1 João Marques com o seu antigo programa: os Mutts.

Confira a classificação da Liga Portuguesa

Favoritos a vencer o rival da região metropolitana de Lisboa após a enquete realizada pelo Futebol Americano Brasil no Instagram, os Mutts trataram de visitar a redzone dos Crusaders logo no primeiro quarto. A defesa da casa atrapalhou a execução do field goal de 30yd do placekicker brasileiro #17 Daniel Moraes, que chutou para fora.

No segundo período, o special team dos Crusaders teve dificuldades para executar um punt, que deixou o plantel da Invicta em seu território de ataque. Os rafeiros capitalizaram o drive com uma conexão de 18yd do signal caller #10 Francisco Pereira para o slot receiver #81 Ricardo Alves para touchdown. Moraes conferiu o PAT.

A resposta dos mandantes procurou ser imediata. O quarterback #4 Salvador Bolzoni encontrou o split end #87 Bernardo Carvalho em um passe de 14yd para touchdown. Porém, um holding dos Crusaders impediu a pontuação.

Antes do término do primeiro tempo, Pereira lançou o flanker #13 Fábio Castro em uma big play de mais de 75yd para touchdown. Pereira, na posição de holder, aplica uma trick play contra o rival e anota o try. 0-15.

Depois do halftime break, os Crusaders descontaram no arranque da primeira campanha. O running back #24 Wilson Rocha venceu a defesa dos Mutts e percorreu 32yd até ultrapassar a goal line. Entretanto, um bad snap saiu direto nas mãos do kicker #21 Rodolfo Cruz, que na sequência recebeu o tackle.

A reação dos Crusaders seguiu-se. O quarterback #18 Matias Manuel aproveitou uma falha na unidade defensiva rival para correr pouco mais de 60yd para touchdown. O elenco do Porto impediu uma corrida de Rocha para marcar o try.

A virada de Cascais ocorreu na campanha subsequente, quando Manuel mandou a bomba de 36yd para o wideout #11 Duarte Cruz e touchdown. Cruz teve o extra point bloqueado pelos especialistas dos Mutts.

No último quarto, Pereira tratou de equilibrar o jogo no lado ofensivo dos rafeiros. O unidade de ataque chegou a redzone adversária. Pereira percebeu a janela com o wideout #30 Miguel Melo se abrir e mandou o passe de 11yd para touchdown, com nova virada de score. Moraes desperdiçou o arremate de bonificação.

Os Crusaders trataram de tomar a frente do placar no drive seguinte. Manuel aproveitou uma brecha no A gap aberto pela O-line para percorrer 40yd e marcar o touchdown. Cruz converteu o extra point.

Dispostos a triunfar fora de casa, a dupla Pereira-Castro voltou a aparecer com destaque na partida. Em uma big play de 45yd para touchdown, os Mutts reviraram o score. Moraes mais uma vez chutou para fora o PAT.

A resposta dos Crusaders foi adjacente. Manuel liderou os donos da casa a redzone do Porto. Em uma corrida pelo meio de 10yd, o quarterback chegou intocado na endzone para sacramentar a vitória e encerrar a invencibilidade do time nortenho. O special team perdeu o try. 31-27.

Com o resultado, o Cascais Crusaders sobre para a quarta colocação com campanha 1-1. O programa volta ao relvado no dia 2 de março, quando recebe o rival metropolitano Lisboa Navigators (2-1).

Mesmo com o fim da sequência de três vitórias, o Porto Mutts segue na liderança do certame com recorde de 3-1. O próximo desafio será no dia 16 de março, quando viaja a Paredes para enfrentar o Paredes Lumberjacks (0-1), no gramado da Cidade Desportiva de Paredes.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment