Erechim Coroados planeja ampliar programa para categorias de base

Erechim Coroados elabora meta para ampliar atual programa para jovens do Alto Uruguai. Foto Shirley Oberherr/Portal Obertime/Futebol Americano Brasil

Os atletas Lucas Petri e Lucas Camerini, do Erechim Coroados, participaram na noite da última terça-feira (10), da quarta live do V Festival Olímpico Pierre de Coubertin da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), campus de Erechim. Com o tema “Amigos pelo Esporte, Unidos pelos Ideais Olímpicos”, Camerini que é professor abordou sobre a importância do futebol americano na colaboração da formação das crianças e adolescentes relacionando o esporte com os valores para a vida.

Saiba como seria o chaveamento do Campeoanto Gaúcho de 2020

— Conversamos sobre assuntos variados, visando o esporte na escola e como um projeto ou equipe. Houve uma parte em que falamos sobre a história do Lucas Camerini no esporte, contando jogadas, partidas e viagens em que ele participou. Em um momento falamos sobre projetos no esporte, porque não basta apenas evoluirmos os praticantes, precisamos pensar no amanhã, formar novos atletas, coisa que é fundamental em qualquer esporte. E a live teve um bom engajamento do público, tivemos participações de alguns atletas da equipe de Erechim, e todos comentários foram positivos, incentivando o aumento da visibilidade do esporte — comentou Petri, que é aluno e foi um dos anfitriões do evento.

O defensive back dos Coroados ainda complementa que começou a jogar futebol americano aos 16 anos, e que começou a ser mais solícito no dia-a-dia. Ressalta a importância do companheirismo, da disciplina e de boas atitudes dentro do campo e que estes valores ele leva para a vida.

Já o ex-presidente e wide receiver Raian Pereira acredita que o futebol americano pode desde a infância, mudar a vida das crianças e adolescentes.

— O sonho, com certeza, é poder ter uma escolinha de futebol americano, no futuro, para que as crianças possam além de assistir, poder se envolver e entender toda a cultura, disciplina e crescimento que o esporte proporciona — contou.

Erechim Coroados projeta categorias de base

A principal missão do Erecim Coroados é justamente levar e difundir o esporte e cultura da bola oval no Alto Uruguai. Para isso hoje a equipe possui um time feminino na categoria de flag football e um time masculino no full pads/tackle, onde, em ambas modalidades, adolescentes a partir de 16 anos podem começar a se envolver com o esporte.

— Seria fundamental ter algum projeto em relação a isso. Como citei na live, conheço três projetos fora do estado que trabalham os jovens até eles chegarem no adulto, e é comprovado que a realização desses projetos traz benefícios ao time. Primeiro que vai haver tempo para o desenvolvimento do jovem, como atleta e como pessoa, para que quando ele chegue na idade de ingressar ao time adulto, o atleta já tenha uma base do esporte, já saiba aspectos técnicos, tenha uma noção de tática — disse Petri.

O professor de educação física Lucas Camerini, abordou quais capacidades as crianças evoluem através do futebol americano.

— Ele desenvolve capacidades físicas como força, velocidade, agilidade, além de trabalhar a coordenação motora. São muitos movimentos que são ensinados no esporte, como correr corretamente, como fazer a recepção, trabalhando a coordenação motora fina, e a coordenação motora grossa — apontou o professor.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment