January 18, 2022
FGFA/Futebol Americano Brasil

FGFA lança a temporada 2022 do Campeonato Gaúcho de Futebol Americano

Tempo aproximado de leitura:4 minutos, 59 segundos

Após dois anos sem competições, a FGFA reativa o certame estadual com equipes tradicionais

Porto Alegre Pumpkins, Canoas Bulls, União da Serra, Carlos Barbosa Ximangos, Santa Maria Soldiers, Erechim Coroados, Venâncio Aires Bulldogs e Santa Cruz Chacais voltarão aos gramados em 2022 para o campeonato gaúcho de futebol americano, organizado pela Federação Gaúcha de Futebol Americano (FGFA). Dividido em dois grupos, a competição terá a sua 12ª edição.

Veja o chaveamento do campeonato gaúcho de 2022

O grupo B contará com Bulldogs, Soldiers, Chacais e Coroados. No grupo A estão Bulls, Pumpkins, União da Serra e Ximangos. Os jogos começarão em março e o Gaúcho Bowl acontecerá em maio.

Cada equipe enfrentará uma vez os adversários do mesmo grupo, em turno único, totalizando três partidas para cada. Os primeiros colocados de cada grupo avançam direto para o Gaúcho Bowl XII. Para evitar a contaminação entre os participantes ficou acordado que todos os jogadores e comissões técnicas deverão apresentar obrigatoriamente o comprovante de vacinação contra a COVID-19 antes de realizar as inscrições.

O presidente da FGFA, Ismael Ferreira, falou sobre o processo de retomada e as principais dificuldades encontradas para a organização da competição.

— Nós fizemos um formulário entregue às equipes ainda em novembro, questionando o quanto a pandemia afetou cada uma das equipes, para que pudéssemos avaliar desde a estrutura física até pessoal. Foi identificado que algumas equipes perderam jogadores, membros da staff e estrutura para treinamento. Acreditamos que o lançamento antecipado da competição também pode ajudar no aumento da procura dos jogadores pelas equipes, por tryouts, para fortalecer os rosters das equipes, ajudando também nas situações financeiras — explicou.

A sensação de voltar aos campos

Quase dois anos depois, voltar a praticar futebol americano pode trazer uma série de sentimentos. Para o quarterback do Porto Alegre Pumpkins, Nicolas do Canto, a sensação é de empolgação.

— O período que estamos passando, ainda que de forma mais amena, é triste porque nos afastou muito das relações pessoais, e o futebol americano só acontece por haver esta troca entre os jogadores. A preparação do time em si, foi bem complicada. Tivemos um retorno gradual através de treinos não obrigatórios e com presenças reduzidas, mas logo depois, mais estruturados, implementamos novamente os treinos presenciais — contou.

Do ponto de vista organizacional, o dirigente do União da Serra, Eduardo Ferreira, apontou que ponderou a volta das competições no momento, por conta da questão financeira de fãs e dos programas de futebol americano, mas que a equipe tem determinada importância social.

— Confesso que ponderei muito este retorno e sua real utilidade, face a indiscutível e agravada crise financeira que grande parte dos adeptos do nosso esporte ainda vive, sem contar as incertezas que ainda nos rondam, no que tange a COVID-19. Por outro lado, é evidente que as coisas tendem a voltar ao normal, e mais que isso, temos a obrigação de fazer essa roda girar, vide que nosso esporte é parte importante de muitas vidas, que são impulsionadas, seja financeiramente ou de outra forma, pela prática desportiva de rendimento — disse.

Douglas Rodrigues, signal caller do Santa Maria Soldiers, também está ansioso pela volta da competições da FGFA.

— É satisfatório poder estar mais tranquilo para voltar, em relação à pandemia. As coisas estão voltando aos poucos e acho que isso é benéfico para todo mundo, inclusive para o futebol americano. Eu particularmente fico feliz em ter a oportunidade de poder voltar e jogar. São dois anos sem ter muito contato com as coisas que envolvem o futebol americnao, como a mecânica, as estratégias, o campo — refletiu.

Já para a presidente da Confederação Brasileira de Futebol Americano (CBFA), Cristiane Kajiwara, a retomada das competições de forma segura ajudará no crescimento da modalidade no País.

— Depois de praticamente dois anos parados devido à pandemia da COVID-19, os times e campeonatos estão se programando para retomar às atividades oficiais e competições. Isso para a Confederação também é muito importante, fazer a retomada com segurança, para que a modalidade possa voltar a ocupar o seu espaço, buscando crescimento e organização ainda maiores — disse.

O período online como alternativa

Sem a oportunidade de realização de treinos presenciais, muitas equipes tentaram manter as atividades com treinos individuais, à distância e com foco na especialização técnica e tática. Foi assim no Porto Alegre Pumpkins, conforme Nicolas do Canto abordou.

— Durante a pandemia, tivemos palestras de atletas, reuniões online do time e das unidades, reestruturamos os playbook de defesa e ataque, agregamos jogadores e agora estamos firmes em busca de objetivos grandes dentro do calendário das competições — comentou.

Mas, de acordo com o ponto identificado pela FGFA, a organização online não foi a ideal, houveram falhas e desistências. Foram muitas dificuldades para se manter as atividades, segundo o presidente Ismael Ferreira. Por outro lado, Douglas Rodrigues aborda o período como sendo algo sabático.

— Temos que nos reintroduzir em tudo. Ter esse descanso do futebol americano foi importante, para voltar com mais gana ao esporte — falou.

— Temos que mostrar aos interessados e dependentes deste cenário que as possibilidades permanecem vivas e que podem contar conosco para continuarem sonhando, gerando expectativas ou simplesmente sendo felizes através deste esporte e de nossa equipe, sempre respeitando o contexto e agindo com sensatez — finalizou Eduardo Ferreira, presidente do União da Serra.

Confira abaixo o calendário de partidas (os mandantes estão a esquerda)

Semana 1
12/março – Porto Alegre Pumpkins x Canoas Bulls
13/março – União da Serra x Carlos Barbosa Ximangos

Semana 2
19/março – Santa Maria Soldiers x Venâncio Aires Bulldogs
20/março – Santa Cruz Chacais x Erechim Coroados

Semana 3
2/abril – União da Serra x Canoas Bulls
3/abril – Carlos Barbosa Ximangos x Porto Alegre Pumpkins

Semana 4
9/abril – Santa Cruz Chacais x Venâncio Aires Bulldogs
10/abril – Erechim Coroados x Santa Maria Soldiers

Semana 5
23/abril – Canoas Bulls x Carlos Barbosa Ximangos
24/abril – Porto Alegre Pumpkins x União da Serra

Semana 6
29/abril – Santa Maria Soldiers x Santa Cruz Chacais
1º/maio – Venâncio Aires Bulldogs x Erechim Coroados

Sobre o autor

Leonardo Oberherr

Repórter e narrador. Graduando em Jornalismo pela Unisinos. Fundador do Portal Obertime
Happy
Happy
100 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *