Foz do Iguaçu Black Sharks contará com jogadores do Cascavel Olympians e Sudoeste Red Feet para jogar a Superliga

Munir é uma das novidades do Foz do Iguaçu Black Sharks na Superliga. Foto Sharks/Divulgação

Pelo segundo ano consecutivo, o Foz do Iguaçu Black Sharks disputará a Superliga Nacional. A estreia do time da fronteira acontece no próximo domingo (24), em Campo Largo. Na capital, os Sharks enfrentarão o Paraná HP (0-1) – que vêm de derrota para o Coritiba Crocodiles (0-1).

Confira a classificação da Superliga Nacional

No sábado (16), os tubarões fizeram o seu último treino tático antes da partida. A equipe iguaçuense contará com um elenco de 59 atletas para disputar a Superliga. Destes, 15 são jogadores do Cascavel Oympians e 13 do Sudoeste Red Feet.

— Esta troca de experiências é importante tanto para nós, que precisamos de reforços, quanto para eles, que almejam disputar competições futuras”, disse o diretor dos Sharks, Emerson Rodrigo “Digão” Alves.

Munir Ahmed Elsangedy é um dos destaques dos Red Feet. Apesar de já ter defendido a camisa de algumas equipes, o linebacker, que joga futebol americano há cinco anos, nunca disputou uma competição nacional. Por isso, está ansioso para a estreia.

— É um desafio muito grande. Eu quero testar os meus limites e aprender com os outros atletas. Há muitos jogadores, por exemplo, que integram a seleção brasileira, tanto em equipes adversárias, quanto na nossa. E isso nos ajudará a crescer como jogadores — explicou.

João Guilherme Camilo Reis, dos Olympians, vive a mesma expectativa de Munir.

— Eu gosto muito do time daqui. Já conhecia alguns atletas e isso, ajuda na adaptação. Espero surpreender os adversários — falou o quarterback.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment