Galo Futebol Americano anuncia pacote de reforços para a temporada 2019

David (dir) ao lado do coach Guzman é o principal reforço do Galo Futebol Americano em 2019. Foto Arquivo pessoal

A equipe do Galo Futebol Americano anunciou, neste mês de fevereiro, um pacote de reforços para o seu plantel de jogadores para a temporada 2019. Ao todo, a equipe mineira incorporou oito atletas, sendo que, dois destes, foram repatriados pela equipe, já que estavam em equipes do México e dos Estados Unidos.

Confira o calendário de jogos do campeonato mineiro de 2019

O primeiro anúncio da equipe foi o retorno do linebacker Guilherme Aleixo, que estava há três temporadas na Waldorf University, onde atuou pelo Waldorf Warriors – National Association of Intercollegiate Athletics (NAIA), North Star Athletic Association. O jogador, além de ter atuado como linebacker da equipe mineira, fez o papel de head coach do time, no início da temporada de 2016, quando perdeu o campeonato mineiro para o então Minas Locomotiva, dentro do estádio do Mineirão. Aleixo, que é cria da equipe desde a época que se chamava Belo Horizonte Get Eagles, foi para os Estados Unidos através de uma bolsa de estudos, se destacando na equipe americana, retornando agora para recompor o meio defensivo da equipe do Galo, suprindo a saída do linebacker Luiz Polastri, que retornou ao Timbó Rex.

Outro que também retorna do exterior é o safety Ryan David. Ele, inclusive, foi uma das revelações do projeto desenvolvido pelo programa, sendo convocado para o amistoso do Brasil Onças contra a Argentina Halcones, no Mineirão, em 2017. Porém, alguns dias antes da partida, o jogador sofreu uma lesão durante os treinamentos e acabou não participando do evento. David, na temporada passada, atuou pela equipe universitária Aztecas de la UDLAP, da Universidad de las Américas Puebla, no México.

Agora, falando sobre os atletas recrutados, a diretoria investiu pesado na sua linha ofensiva, trazendo quatro jogadores da posição, além de um defensive lineman e um wide receiver. A curiosidade, neste caso, é que destes seis atletas, três já tiveram passagens pelo rival da cidade: o América Locomotiva.

Gabriel Ribas e Pollys Junio encabeçam a lista de jogadores que trocaram de lado na cidade. Ambos eram starters da linha ofensiva do Locomotiva e, por isso, despertaram o interesse do Galo. Ribas atuava como center e, em algumas ocasiões, já chegou a jogar de tackle. Com nove anos de história na equipe do Locomotiva, Ribas comentou a sua troca de lado.

— Esta é uma troca que me fará bem. Sou um atleta extremamente competitivo e me identifiquei com o projeto apresentado pelo Galo. Sei que os melhores jogadores do futebol americano nacional estão aqui e, por isso, o meu nível técnico irá evoluir — disse.

Já Junio, revelado pelo Locomotiva em 2016, chegou a atuar de guard e, na temporada de 2018, jogava na posição de right tackle. Inclusive, na partida do Locomotiva contra o Galo, válida pela fase regular do Brasil Futebol Americano (BFA) de 2018, o jogador sofreu uma lesão no joelho esquerdo e só retornou aos gramados na última partida da temporada, contra o Vila Velha Tritões. Pollys já era um jogador que estava em destaque no cenário, sendo citado, inclusive, pelo treinador principal dos Onças, Gabriel Mendes, na convocação da equipe para o amistoso contra os hermanos. À época, Mendes havia dito que já estava de olho no jogador, pelo porte físico e técnica apurada que demonstrava nos seus jogos.

Além destes dois jogadores de linha ofensiva, outro jogador que teve passagem marcante no Locomotiva foi o wide receiver Victor Vilaça. Sua atuação lhe fez render uma bolsa de 100% na Universidad Anáhuac de Cancún, onde atuava pelos Leones Anáhuac Cancún – Conferencia Nacional de la Liga Mayor de la Onefa. O jogador foi o destaque da equipe e um dos mais importantes na campanha que levou o time até à semifinal da Onefa. Com seu retorno ao Brasil, o jogador foi convidado a integrar o plantel e ao time de recebedores que o Galo tem.

Voltando a falar sobre a linha ofensiva, o Galo trouxe o guard Felipe Garcia (ex-Tubarões do Cerrado) e Marcos Agum (ex-Flamengo Imperadores). Garcia, inclusive, conseguiu junto com o restante da equipe, chegar às semifinais nacionais, onde perdeu a partida para o João Pessoa Espectros (que chegou ao Brasil Bowl e acabou sendo vice campeão nacional, perdendo, justamente, para o Galo).

Por fim, fechando esse pacotão de reforços, a equipe buscou no interior de Minas Gerais o defensive lineman Lucas Vasconcelos Cotô. O jogador, que atuava pela equipe do Ipatinga Tigres, destacou-se pela atuação na equipe, durante a Copa Ouro de 2018/2019, inclusive, com grande atuação contra a equipe de desenvolvimento do próprio Galo.

O Futebol Americano Brasil apurou, ainda, que há uma movimentação para reforços do setor defensivo da equipe, porém, não foram reveladas as posições e nomes que estão sendo sondados no mercado brasileiro.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment