Joinville Gladiators busca continuidade com o coach Seans

Seans (2º da esquerda para a direita) ganha oportunidade no Joinville Gladiators. Foto Gladiators/Divulgação/Futebol Americano Brasil

Na última quarta-feira (23), a direção do Joinville Gladiators anunciou o retorno do head coach americano Michael Seans para o restante da temporada 2020 e mais 2021. Seans chegou a treinar o roster dos Glads no primeiro semestre deste ano e liderou a sideline do programa na abertura do Campeonato Catarinense de futebol americano.

Saiba como está a classificação do Campeonato Catarinense até o momento

Seans é conhecido do público brasileiro. O americano iniciou a carreira no futebol americano jogado no Brasil em 2018, quando treinou o Mooca Destroyers. Pelo programa paulistano somou o recorde de 1-4, quando disputou a São Paulo Football League (SPFL) e Liga Nacional. No primeiro semestre de 2019 ingressou na Ponte Preta Gorilas, onde obteve a campanha de 0-2 na (SPFL). Mais tarde, foi chamado para comandar o Nova Serrana Forgeds, onde registrou campanha de 1-2 no Campeonato Mineiro. Em 2020, já pelos Gladiators, perdeu o jogo para o Blumenau Vikings por 0-16, em Blumenau, pelo certame estadual de Santa Catarina.

Mesmo com o recorde negativo de 2-9 desde que chegou ao Brasil, a administrção do Joinville Gladiators aposta na continuação dos serviços de Seans para tentar recuperar o prestígio que o programa teve na década passada.

— Tudo o que ele fez no Brasil não teve continuidade. Acho que para o futebol americano, assim como no futebol, precisava haver uma continuidade no trabalho. Isso que queremos colocar no nosso time. Assim, podemos ver se está bom ou ruim o trabalho dele. Estamos viciados com a mentalidade do futebol, quando não dá certo, manda embora. Sem continuidade, não é possível colocar isto em prespectiva — explicou o presidente dos Gladiators, Marcelo Roberto da Silveira.

O acordo também prevê orientações de forma remota, para evitar altos custos de logística no trajeto de 517km entre São Paulo e Joinville.

— Foram cerca de 50 dias de preparação com ele vindo para Joinville em média duas vezes por semana, porque ele é de São Paulo. Então, ele não passa muito tempo in loco conosco, passando muita orientação de forma online. Temos um pessoal que coloca em prática o que ele manda, este é o nosso acordo — contou.

Os Gladiators procuram apostar na novidade técnica e de formações, algo que não havia sido empregado no programa até então.

— Reformulamos todo o time e estamos colocando em prática jogadas que jamais foram feitas aqui no Brasil e formações que nunca trabalhamos — disse.

A volta aos treinos presenciais

O Governo do Estado de Santa Catarina, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), emitiu o decreto Portaria SES n° 703 que permite a retomada das atividades esportivas para equipes coletivas. Entretanto, o Joinville Gladiators terá de esperar um pouco mais para poder voltar, uma vez que a Prefeitura de Joinville não liberou o retorno devido a pandemia de SARS-CoV-2 – o vírus que causa a COVID-19.

— Temos um decreto que libera em âmbito estadual, mas, também um municípal que não liberou ainda. Estamos trabalhando remotamente nesse momento. Assim que voltarmos, o coach Seans deve voltar a vir a Joinville — finalizou.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

COMMENTS

Leave a Comment