Lisboa Lions celebra a ida de Eloy para o Rabun Gap Eagles

Eloy jogada nos dois lados da bola pelo Lisboa Lions. Foto Arquivo pessoal/Futebol Americano Brasil

O Lisboa Lions terá um desfalque para a temporada 2021. O lineman Guilherme Eloy conseguiu uma vaga para estudar na Rabun Gap-Nacoochee School, nos Estados Unidos, e jogará pela equipe do Rabun Gap EaglesNorth Carolina Independent Schools Athletic Association (NCISAA), Carolinas Athletic Conference. Mesmo com a saída do jogador, o fato é celebrado no programa lisboeta.

Veja como ficou a temporada cancelada da Liga Portuguesa de 2020

A expectativa é que Eloy desembarque na América em julho. Os Eagles estreiam na NCISAA em agosto. O atleta iniciou no futebol americano aos 13 anos, quando ingressou no roster dos Lions.

— Recentemente, o treinador principal de Rabu Gap High School, Joe Sturdivant, avaliou o Eloy e ficou bastante interessado em te lo na equipa dele já no próximo ano lectivo. Desta forma, a escola de Rabun Gap fez uma proposta para que o Eloy pudesse ir e não tivesse de pagar tanto — explicou o general manager dos Lions, Pedro Esteves.

Para chegar até este momento, o jogador teve de passar por um processo demorado de admissão na escola americana.

— A proposta surgiu no ano passado. O treinador Joe entrou em contacto comigo e mostrou que estava interessado no meu estilo de jogo e que estava a procura de jogadores que encaixasse na equipa dele. As minhas notas no nível escolar e o meu esforço no futebol americano me ajudaram. Não foi fácil chegar a este patamar. Foram muitas horas de ginásio e muito estudo para melhorar as notas, porque sem elas eu não sou ninguém — disse Eloy.

Ao ser questionado em que posição poderá atuar no novo programa, o atleta tratou de frisar que tem melhor desempenho como nose e defensive tackle, mas que tem habilidades para executar as ações como offensive line e até mesmo como fullback.

O possível pioneirismo do Lisboa Lions

A ida de Eloy para os Estados Unidos é celebrada pelo programa de Lisboa. O lineman se torna o primeiro português a ingressar em um programa americano e com arranque do aprendizado em uma equipe de Portugal. O jogador iniciou nos Lions com apenas 13 anos. Atualmente tem a idade de 16.

A jovem história do futebol americano em Portugal já conta com lusitanos que atuaram em programas nos Estados Unidos. Entretanto, os casos apresentam o seguinte fato: os jogadores começaram no esporte fora do País, para depois regressar a Europa e atuar por time local. O placekicker João Caldas é um exemplo. Iniciou nos Estados Unidos para depois se tornar membro do Lisboa Navigators.

— Nós temos conhecimento do João Caldas que jogou no high school. Depois, quando veio para Portugal, integrou os Navigators. Ele foi para os Estados Unidos para estudar. Mas, os treinadores não o conheciam. Só depois ele integrou a equipa da escola dele. E antes disso nunca tinha jogado em Portugal — explicou Esteves.

Ao todo, Eloy soma dois jogos pelos Lions em 2019, ambos pela competição independente de 9-a-side. O lineman enfrentou o Algarve Sharks e o Évora Eagles.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by BigEloy (@bigeloyy)

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment