Recife Mariners bate Vitória e aguarda rival nos playoffs

Recife Mariners quebra o próprio recorde durante a temporada regular. Foto Davi Gueiros/Cortesia

Era um jogo apenas para cumprir tabela, mas foi a oportunidade perfeita para o Recife Mariners dar oportunidade a todo o seu elenco na tarde deste sábado (8), no estádio dos Aflitos. Todos os atletas receberam alguns minutos em campo e o resultado não poderia ser outro. Vitória da equipe da casa por 44 a 0.

Confira a classificação da Superliga Nacional

Em mais uma ótima atuação da defesa, que ainda não sofreu touchdown em casa, os azuis apenas aguardam a definição do adversário da semifinal da Conferência Nordeste. Tudo indica que o maior clássico do futebol nordestino ocorrerá mais uma vez e o João Pessoa Espectros seja o visitante no próximo dia 22, na capital pernambucana. Isso só mudará se, neste domingo (9), o Ceará Caçadores perder para o Ufersa Petroleiros. Lembrando, que é vencer ou dar adeus à competição a partir da próxima fase.

A partida

O jogo começou morno e as equipes sofreram para avançar nas primeiras jogadas. Por isso o primeiro quarto não teve nenhuma ponto no placar. Apenas no segundo quarto os marinheiros desencantaram e foi através dos passes que o ataque marcou todos os seus pontos da partida. A equipe mandante abriu 14 a 0 no segundo quarto quando  o quarterback americano Alex Niznak encontrou Lucas Adolfo e Ricardo Teixeira. O bastante para ir para os vestiários com tranquilidade.

O terceiro quarto foi morno como o primeiro e os marinheiros entregaram duas bolas ao serem interceptados na endzone e não converterem um quarta descida. Mas sem problema. A defesa pernambucana esteve bem postada a tarde toda e não permitiu que os baianos pontuassem em nenhuma das suas posses.

No quarto período, os Mariners desencantaram mais uma vez. Foram mais três touchdowns de Niznak, que se conectou com Vinícius Ângelo, Gabriel Piola e Eduardo Palácio, além de um safety cedido pelo Vitória. Para fechar a tarde e a primeira fase da competição com chave de ouro, a defesa, através do defensive tackle Eder “Jason” Lins, interceptou uma bola, marcou um touchdown e fechou o placar em 44 a 0.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Leave a Comment