September 25, 2021
#30 Castro foi o destaque do São Paulo Monsters contra o rival citadino na semifinal da FFC. Foto Debora Mello

São Paulo Monsters derrota São Paulo Spartans e volta a final da FFC

Tempo aproximado de leitura:4 minutos, 44 segundos

#30 Castro foi o destaque do São Paulo Monsters contra o rival citadino na semifinal da FFC. Foto Debora Mello

O segundo jogo do domingo (4), pela semifinal da Freedom Four Cup (FFC), o São Paulo Monsters derrubou o São Paulo Spartans pelo placar de 35 a 18 e defenderá o título da competição contra o Palmeiras Locomotives – na reedição da temporada 2015.

Saiba como estão os playoffs da Freedom Four Cup



O confroto começou com os Monsters se impondo em campo. Nas tentativas de avanço do ataque dos Spartans, a defesa não deu brecha e já garantiu uma interceptação com o free safety #22 Luiz Fernando Ribeiro.

Com o ataque dos Monsters em campo, o running back #30 Jhonathan Castro avançou com uma corrida de seis jardas. Na sequência, após um passe e recepção do wide receiver #89 Willian Calixto, os monstros avançaram 57 jardas e abriram o placar na partida. O kicker #25 Antonio Junior conferiu o extra point.

Em novo ataque dos Spartans, o quarterback #13 Roberto Spinelli conseguiu o avanço de 18 jardas com passe e recepção do wide receiver #7 Lucca Germano. Mas a defesa dos Monsters não facilitou a campanha e logo recuperou a bola com o fumble forçado pelo strong safety #40 Gabriel Almeida, que foi recuperado pelo linebacker #53 Eduardo Almeida.

Já no início do segundo quarto, a defesa dos espartanos pareceu se encontrar e segurou um pouco mais o rival paulistano. Porém, Castro surpreendeu com uma corrida de 73 jardas e um novo touchdown na partida. Sem a conversão do extra point.

No período, o elenco rubro-negro se abateu, não conseguiu avanços com seu ataque e mal segurou o ataque adversário. Nesse momento, os Monsters se impuseram ainda mais com corridas sequenciais de Castro e o fullback #44 Igor Padilha, até o passe de 24 jardas com recepção do receiver #82 Victor Brasileiro, que anotou novamente para a equipe dos áureo-celeste. Com o acerto do PAT de Junior, o placar se estendeu a 20 a 0.

Após faltas e ejeções dos dois lados, o halftime veio para abrandar os ânimos e permitir que os Spartans também conseguisse se reestabelecer em campo.

No início do terceiro quarto, o time espartano segurou o ataque dos Monsters e ainda garantiu uma interceptação com o Leonardo Maia. Com a posse de bola, o ataque também fez sua parte. Após um passe com recepção do wide receiver #19 Wellington Donato, em um avanço de 32 jardas, o QB Spinelli investiu em corrida, que o levou ao primeiro TD de sua equipe. Sem o extra point.

Os Monsters não pararam para ver o jogo e, logo após corrida de cinco jardas com Padilha, um passe com recepção do #84 Rodrigo Cambui, em um avanço de 50 jardas, aumentou novamente a diferença no placar. Após conversão do extra point de Junior.

Dessa vez, os Spartans pareciam estar mais focados e também não se abateram. Spinelli pode contar bastante com Donato em passes com avanços de 34 e 9 jardas. Já na entrada da endzone, uma corrida do #28 garantiu o touchdown dos espartanos. Com tentativa de conversão de dois pontos mal sucedida, o placar ficou 27 a 12, até ali.

No último quarto, novamente os Monsters foram interceptados. Dessa vez, pelo #46 Levy Silva. O ataque espartano garantiu seus avanços com corridas sequenciais. A duas jardas da endzone, Spinelli registrou mais um touchdown. Sem extra point.

O ataque dos Monsters foi atrás, iniciou nova campanha com passe de 11 jardas e recepção do wide receiver #85 Lincoln Coelho. Novamente surpreendeu com uma longa corrida de 57 jardas de Castro, que marcou pra sua equipe, e em uma conversão de dois pontos, Coelho fechou o placar do jogo. Final 35-18.

Os Monsters, campeões da edição 2015, se classificaram para uma nova final, onde enfrentarão novamente o Palmeiras Locomotives. Já o São Paulo Spartans enfrentaria o Diadema Diamond na busca pelo terceiro lugar, mas a equipe do ABC abriu mão do jogo. Dessa forma, os Spartans ficam com a terceira colocação na competição.

— Os Monsters são uma família. Começamos o campeonato tropeçando, mas acredito que por uma questão de ritmo de jogo, afinal, esse ano fizemos apenas um amistoso com o Caraguá Ghost Ship, então sentimos isso na primeira partida. Recuperamos no decorrer do campeonato e hoje nós conseguimos essa vitória de forma mais tranquila, porque as outras duas foram bem sofridas. Para a final vamos trabalhar, lutar e continuar treinando como treinamos pra levantar esse time como sempre levantamos, levando essa equipe como uma família e, se deus quiser, conseguimos mais esse título — declarou Castro.

Para Spinelli, a falta de concentração foi decisiva no confronto.

— Nós não entramos no jogo. Principalmente no começo, o time estava apático, sem encontrar o caminho. Fizemos uma boa campanha de recuperação durante a partida, conseguindo pontuar, mas, por conta do início do jogo, foi preciso ousar um pouco mais e isso dá brechas para falhas e eles conseguiram aproveitar. Os Spartans são um time de tradição, vão fazer dez anos, mas tivemos um hiato em que a equipe deixou de existir. Então, estamos reconstruindo o time. A maioria, aqui, disputou seu primeiro campeonato. Foi realmente visível o trabalho que o [head coach] Tony Simmons fez, ele chegou e está organizando a casa. Perdemos na estreia e, após a chegada dele, ainda terminamos como os primeiros do grupo. Na realidade brasileira, em que os jogadores trabalham durante a semana, e com um jogo atrás do outro, ele ainda conseguiu fazer um trabalho realmente incrível e está de parabéns — ressaltou.

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias e curta-nos no Facebook.

Sobre o autor

Henrique Riffel

Jornalista e editor-chefe do Futebol Americano Brasil. Pós-graduado em Jornalismo Digital pela Famecos/PUCRS. Ex-colaborador do Pro Football e American Football International. Antigo produtor multimídia do Locast Project do MIT/EUA
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Comentários? Feedback? Siga-nos no Twitter em @fabrnoticias, no Instagram em @futebolamericanobrasil_ e curta-nos no Facebook.

Average Rating

5 Star
0%
4 Star
0%
3 Star
0%
2 Star
0%
1 Star
0%

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *